Autárquicas 2017: Candidatura da CDU à Câmara Municipal

Apresentação e declaração conjunta dos candidatos da CDU à Câmara Municipal do Cartaxo

475

A candidatura da CDU já foi formalizada e damos-lhe a conhecer melhor os seus candidatados, assim como o projeto que representam e que afirmam ser “uma alternativa séria e credível para construir um futuro melhor para o Cartaxo”.

Em comunicado, a CDU reafirma que esta é uma “uma equipa capaz, renovada, experiente e qualificada, com diferentes valências e conhecimentos”, que se apresenta “com a mesma força de vontade, competência e honestidade que carateriza a postura da CDU no poder local” e que pretende prosseguir com a sua visão “centrada na salvaguarda dos reais interesses da população e na promoção de soluções para as suas necessidades”. Os candidatos da CDU assumem este projeto “em total espírito de abnegação e cidadania, procurando ser uma voz ativa e conciliadora, que garanta uma efetiva ligação entre os munícipes e os seus eleitos”.

Assim, subscrevem os candidatos, “procuramos dignificar a nossa terra e as suas gentes, através da recuperação do concelho do Cartaxo em todas as frentes, desde os espaços públicos à economia local. Queremos quebrar o ciclo de marasmo e estagnação a que o Cartaxo foi condenado nos últimos anos, fruto da ausência de um planeamento estratégico eficaz por quem governou o nosso concelho até hoje”.

A CDU Cartaxo defende ainda que “é urgente mais transparência, equidade e verdade no tratamento das pessoas e das coletividades pelo poder local, assim como na definição de políticas públicas que solucionem os problemas dos cartaxeiros e não hipotequem o futuro daqueles que desejam trabalhar e viver na nossa terra”, assim “o projeto por nós defendido alicerça-se no desenvolvimento do tecido empresarial, na dinamização do comércio local e no rigor do planeamento urbano e da gestão financeira”, sustenta.

Nota biográfica de cada um dos candidatos efetivos da CDU à Câmara Municipal do Cartaxo
Orlando Casqueiro, de 56 anos, advogado, é o cabeça de lista desta candidatura. Natural e residente no Cartaxo, o candidato à presidência da Câmara Municipal frequentou a Escola Preparatória Marcelino Mesquita, prosseguindo os seus estudos em Eletrotecnia, pela Escola Industrial e Comercial de Santarém, e em Direito, pela Universidade Independente. Encontra-se inscrito na Ordem dos Advogados. Desde 1986, é também sócio-gerente de uma empresa de comércio. Foi membro da direção, por dois mandatos, da ACIS – Associação de Comércio, Indústria e Serviços de Vila Franca de Xira e Arruda dos Vinhos. Como membro do PCP, pertenceu à Direção Regional de Santarém da União da Juventude Comunista, foi responsável pela sua organização no Cartaxo, e integrou a Direção Nacional da Juventude Comunista Portuguesa.

Em segundo lugar, José Barreto, tem 58 anos, é residente em Vale da Pedra. É técnico comercial na área vinícola e membro da Assembleia de Freguesia de Vale da Pedra, tendo sido o cabeça-de-lista nas últimas eleições autárquicas para este órgão. Enquanto membro do PCP, pertence à Comissão Concelhia do Cartaxo, sendo responsável pelo PCP no Cartaxo, assim como membro da Direção Regional de Santarém e do seu executivo.

Sandra Deus vem em terceiro lugar, como independente. Tem de 44 anos, reside no Cartaxo é técnica agrária, área onde trabalha há 20 anos.

Manuel Carvalho, de 60 anos, é o quarto na lista. Reside na Ribeira do Cartaxo e é torneiro mecânico, profissão que exerce como empresário em nome individual. Desempenhou funções como membro da Assembleia de Freguesia do Cartaxo, pela CDU.

Em quinto lugar Rute Carvalho, independente, de 33 anos. Reside em Vila Chã de Ourique e é licenciada em Educação de Infância pela Escola Superior de Santarém, exercendo a sua profissão na Creche de Pontével, há sete anos.

Pedro Camacho é o sexto, independente e tem 26 anos. Natural de Vale da Pedra, onde reside, é investigador convidado no Instituto Português de Relações Internacionais. É licenciado em Estudos Europeus, pela Universidade de Lisboa, e mestre em Ciência Política e Relações Internacionais, pela Universidade Nova de Lisboa. Co-fundou a Associação Portuguesa de Estudos Europeus, onde exerce funções como diretor da revista científica “Análise Europeia”. Foi assistente, em regime voluntário, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2014/2015).

Em sétimo lugar Diana Leal Reis, independente, 28 anos. Natural do Cartaxo, Diana é argumentista e ilustradora, sendo licenciada em Design Gráfico pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

Para além dos candidatos efetivos, integram a lista mais três suplentes: António Narciso, empresário da panificação, de 43 anos e natural/residente em Casais dos Penedos – Pontével; Filomena Serafim, administrativa, de 30 anos e residente no Cartaxo; e Hugo Honrado, técnico comercial, de 43 anos, e residente no Cartaxo.

Pode gostar também