MIP apresentou contributos para o Orçamento 2018

No documento, entregue por Jorge Pisca e Ana Catarina Vieira, constam propostas no âmbito das infraestruturas, transportes, limpeza urbana e espaços verdes, ambiente e qualidade de vida, economia e património

438

O MIP (Movimento Independente Pluralista) apresentou esta quinta-feira, a convite do presidente da Câmara Municipal, algumas das suas propostas e contributos para as Grandes Opções do Plano e Orçamento do Município do Cartaxo para o ano 2018.

No documento, entregue por Jorge Pisca, presidente da Junta de Pontével, e Ana Catarina Vieira, eleita na Assembleia de Freguesia de Valada, constam propostas no âmbito das infraestruturas, transportes, limpeza urbana e espaços verdes, ambiente e qualidade de vida, economia e património.

Assim, o MIP gostaria de ver incluídos nos documentos previsionais do Município o investimento na melhoria e manutenção da rede viária; investimento nas iluminárias; soluções para a retirada do trânsito de pesados dentro das localidades; ou a colocação de moderadores de velocidade dentro das localidades; entre outras propostas.

Uma ambição que o MIP transpôs para o documento entregue ao Município é a do alargamento do TUC às freguesias, como Jorge Pisca vem reivindicando há algum tempo.

Também a manutenção das linhas de água merece destaque nesta proposta, bem como a adoção de comportamentos adequados à sustentabilidade do ambiente; o investimento em contrapartidas a oferecer a comerciantes e empresários para que estes invistam no concelho; a criação de medidas de promoção, proteção e divulgação do património histórico-cultural concelhio; e a inclusão dos monumentos históricos do concelho em roteiros turísticos regionais e nacionais, com vista à dinamização da oferta turística.

Pode gostar também