O amor nas palavras dos poetas

A loving young couple out on date at a restaurant
638

“Amor é fogo que arde sem se ver”, escreveu Camões. Muitos outros poetas e pensadores falam sobre o amor, como ninguém. Inspire-se nalgumas das suas frases, que aqui transcrevemos, e compartilhe com quem mais ama neste dia de São Valentim

“Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?”
Fernando Pessoa

“Eu sem você sou só desamor. Um barco sem mar, um campo sem flor. Tristeza que vai, tristeza que vem. Sem você, meu amor, eu não sou ninguém?”
Vinícius de Moraes

“Ah o amor… que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê.”
Luís Vaz de Camões

“Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio.”
William Shakespeare

“Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde, amo-te simplesmente sem problemas nem orgulho: amo-te assim porque não sei amar de outra maneira.”
Pablo Neruda

“Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada!”
Sigmund Freud

“Não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade.”
Albert Camus

“Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele.”
Victor Hugo

“Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.”
Antoine de Saint-Exupéry

Pode gostar também
Comentários
Loading...