11 boas razões para (sor)rir

rir

Na correria desenfreada do dia-a-dia, nem sempre encontramos tempo para ‘aqueles’ pequenos nadas que nos dão prazer e nos fazem, pelo menos sorrir, ou até rir a bandeiras despregadas.

Mas é um erro, já que, ao que parece e segundo muitos especialistas, rir é (mesmo) o melhor remédio. Até para a sua saúde!

Para além de proporcionar uma sensação de bem-estar e de comunhão com os outros que riem connosco, rir é um excelente exercício para prevenir males maiores.

Senão, vejamos:

Coração

Mais artigos
1 De 9

Segundo especialistas norte-americanos, o riso pode reduzir o risco de doenças cardíacas. O estudo incidiu sobre dois grupos de pessoas que tinham sofrido um ataque cardíaco e estavam sob cuidados médicos.

Um dos grupos assistia a vídeos de humor durante 20 minutos, todos os dias.

Após um ano, esse grupo apresentou uma queda de 66 por cento da proteína C-reativa, que é um marcador da inflamação e do risco de problemas cardiovasculares. A queda dessa substância no outro grupo foi de apenas 26 por cento.

Colesterol e diabetes

Rir com vontade pode aumentar os níveis de colesterol bom no sangue, de acordo com uma pesquisa realizada na Universidade Loma Linda. Os pesquisadores acompanharam 20 pacientes diabéticos com altas taxas de colesterol mau no sangue.

Metade dos pacientes continuou com o tratamento padrão, enquanto a outra metade, além de tomar a medicação, assistia a filmes de comédia diariamente, durante 30 minutos. Após um ano, o grupo que foi estimulado a gargalhar elevou seus níveis de HDL, o colesterol bom, em 26 por cento. No grupo de controle, o aumento foi de apenas 3 por cento.

Tensão arterial

Um estudo realizado na escola de medicina da Universidade de Baltimore, nos Estados Unidos, descobriu que rir diminui a tensão arterial, enquanto o stresse a aumenta.

No final do estudo, descobriu-se que o stresse reduz o fluxo de sangue em 35 por cento. Já o riso aumenta-o em 22 por cento, diminuindo a tensão arterial. Paralelamente, o riso também provocou a limpeza dos vasos sanguíneos.

Pulmões

De acordo com uma especialista em terapia do riso, quando damos uma boa gargalhada, a absorção de oxigénio pelos pulmões aumenta. Inalamos mais ar e, com isso, a expiração também fica mais forte.

Assim, com uma maior ventilação pulmonar, o excesso de dióxido de carbono e vapores residuais é rapidamente eliminado, promovendo uma limpeza ou desintoxicação dos pulmões.

Digestão

Os músculos que são mais estimulados quando rimos são os abdominais, o que provoca uma espécie de massagem no sistema gastrointestinal, melhorando a digestão e revigorando todo o trabalho hepático.

Circulação do sangue

O ritmo cardíaco acelera quando começamos a rir. Ou seja, com o aumento das pulsações, o sangue circula mais intensamente no organismo, o que aumenta a oxigenação de todas as células, tecidos e órgãos.

Stresse e sistema imunológico

Durante uma sessão de gargalhadas, os níveis de cortisol e adrenalina – hormonas do stresse – baixam. Além disso, o nosso cérebro passa a produzir endorfina, a hormona que nos deixa relaxados.

Assim, o corpo consegue produzir mais células de defesa, que ficam mais ativas, fortalecendo o sistema imunológico e blindando o organismo contra doenças.

Combate as rugas

Sabia que rir faz movimentar 12 músculos faciais? E que gargalhar faz movimentar 24? SE conversarmos e dermos boas gargalhadas ao mesmo tempo, estamos a movimentar 84 músculos. Toda esta ‘movimentação’ estica a pele, retardando o aparecimento de rugas.

Exercício físico para os idosos

De acordo com uma pesquisa feita pela equipa da Universidade de Loma Linda, uma gargalhada é tão saudável quanto a prática de exercício físico, já que estimula a circulação, produz endorfina e também movimenta os músculos, não só do abdómen, mas das pernas, braços e pés.

Os pesquisadores afirmam mesmo que o riso pode ser a chave para a saúde de idosos que não conseguem praticar atividades físicas.

Autoestima

O sorriso melhora o bom humor e eleva a autoestima. Por isso, especialistas não têm dúvidas em afirmar que a Terapia do Riso nos hospitais é capaz elevar o humor dos pacientes e diminuir o sofrimento do internamento, deixando-os mais confiantes.

Além disso, o sorriso traz uma série de sensações agradáveis e ajuda a eliminar sensações negativas, como tristeza e, até mesmo, depressão.

Sorrir é contagioso!

O sorriso é capaz de nos aproximar das pessoas conhecidas e aumentar as chances de fazer novas amizades. Ao fim e ao cabo, sorrir é uma forma de comunicação, que faz parte das relações sociais e partilhá-lo faz bem a si a ao outro.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.