8 maneiras simples de cozinhar ovos

Os ovos são um alimento de elevado valor nutritivo, fáceis de preparar, muito versáteis e com um preço imbatível.

 

Sabia que, para aferir da frescura do ovo, basta colocá-lo num recipiente com água fria? Se ficar no fundo, é fresco, se não ficar, talvez seja melhor ir à loja mais próxima…

A frescura do ovo mede-se a partir do dia em que foi posto, considerando-se muito fresco até 9 dias depois e fresco até um máximo de 28 dias.

Este alimento pode ser cozinhado de muitas e variadas maneiras, como integrante de um prato, num molho… mas também cozinhado das formas mais simples é verdadeiramente delicioso.

Ovos passados por água

Estes ovos apresentam a clara praticamente cozida e gema líquida. Devem cozinhar-se mesmo antes de os servir, ou passam do ponto de cozedura.
Preparação: coloque os ovos em água a ferver e sal em abundância com a ajuda de uma escumadeira para evitar que se partam. Deixe cozer durante 3 minutos e sirva numa taça ou em copos pequenos onde se possam manter de pé.

Mais artigos
1 De 34

Acompanhamento: tirinhas de pão, espargos trigueiros, batatas ou chouriços fritos…

Ovos cozidos

Clara e gema cozidas. Podem ser guardados no frigorífico com casca para diferentes utilizações.
Preparação: coloque os ovos em água fria com sal em abundância, quando começar a ferver, conte 7-8 minutos. Coloque em água fria.

Aplicações culinárias:recheados, em saladas verdes ou de massa, em estufados, em pizza…

Ovos “mollet”

Clara cozida e gema semilíquida. Podem ser guardados no frigorífico com casca para diferentes utilizações.
Utilizam-se quentes, com algum molho, ou frios, como guarnição com um molho de maionese ou derivado.
Preparação: como os ovos cozidos, diminuindo o tempo de cozedura para 4 minutos. Coloque em água fria.

Aplicações culinárias:como acompanhamento de qualquer prato, sempre sem cozedura adicional para não acabar de cozer a gema, caraterística que diferencia esta técnica de outra.

Ovos escalfados ou poché

Clara cozida e gema semilíquida. Para este prato, é muito importante que os ovos sejam bem frescos.
Preparação: numa panela coloque água em abundância, um pouco de vinagre branco e deixe ferver. Desligue o lume, coloque de imediato o ovo sem casca na água, com uma espumadeira curva e, com muito cuidado, junte a clara à volta da gema. Passados 3 minutos retire-o, com cuidado, coloque em água com gelo, e seque com papel absorvente.

Aplicações culinárias: como guarnição ou acompanhamento, ficam espetaculares com ervilhas, cogumelos, lentilhas ou creme de batata.

Ovos “cocotte”

Clara cozida e gema semilíquida ou cozida.
Preparação: coza-os sem casca dentro de um recipiente chamado cocotte, geralmente de cerâmica, untado com azeite. Tape e coloque em banho Maria para cozer no forno, pré-aquecido a 180 °C, durante 2-3 minutos. São, geralmente, acompanhados com pão torrado.

Aplicações culinárias:antes de partir os ovos para dentro da cocotte, poderá colocar outros ingredientes já cozidos como por exemplo: espinafres, cebola picada, queijo, camarões descascados, cogumelos, etc., adicionando no final os ovos.

Ovos no prato

O resultado e procedimento é muito parecido ao anterior, em vez de cozê-los em banho Maria e tapados, coloque-os diretamente no forno ou ao lume, sem tapar, até que a clara ficar passada. Um exemplo disso são os ovos à caçador.

Ovos mexidos

Mais ou menos passados, dependerá do gosto de cada um.
Preparação: bata os ovos (mais ou menos homogéneos), coloque a mistura numa frigideira em lume brando com um pouco de azeite, mexendo sempre com a ajuda de uma espátula, obtendo uma textura cremosa.

Aplicações culinárias:pode fazer apenas com ovo, ou juntar outros ingredientes (fiambre, queijo, tomate picado, salsa e alho picado…), que deverá juntar ou cozinhar na mesma frigideira antes de colocar os ovos batidos.

Ovos estrelados

Diz-se que o ovo estrelado perfeito é aquele em que a gema do ovo fica líquida e o rebordo da clara coalhada crocante.

Preparação: abrir o ovo com cuidado para não quebrar a gema, colocá-lo num prato e temperá-lo ligeiramente. Deitar, numa frigideira pequena e funda, óleo abundante (de preferência azeite) e deixa-se aquecer em lume alto. Quando o óleo já estiver bem quente, adicione lentamente o ovo.

Quando o ovo já estiver na frigideira, é conveniente regar a gema com o óleo a ferver com a ajuda de uma escumadeira ou de uma colher.

Aplicações culinárias: desde o típico arroz com tomate e ovo frito, passando pelos energéticos ovos estrelados com batatas frita e presunto ou acompanhados com chouriço e pimentos, até aos timbales de batata e legumes ou os originais pratos combinados.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.