“A prioridade é a limpeza e manutenção das infraestruturas que temos”

Maria de Lurdes Bento, 61 anos, enfermeira, candidata a presidente da Junta da União de Freguesias Ereira e Lapa pela coligação Juntos pela Mudança (PSD e Nós, Cidadãos)

Quem é a mulher que se candidata a presidente de Junta?

Sou uma pessoa exigente comigo e com os que estão à minha volta, seja naquilo que for. Eu tenho também uma empresa minha, um lar de idosos, e a minha exigência é a mesma, tal como na política, onde já estive (em 2005) e onde nunca pensei voltar.

Eu sou enfermeira, trabalho na USF Terra Viva do Cartaxo, tenho 61 anos, sou natural de Pontével, mas moro na Lapa há 20 anos, porque o meu marido é da Lapa.

O que a motivou a ser candidata?
Achei que estava na altura de mudarmos. Eu acho que era um desafio que ia ter pela frente, porque a Lapa e a Ereira estão desleixadas. Já vi a Lapa e a Ereira com brio e agora vejo falta de limpeza, falta coordenação, falta um bocadinho de tudo.

Que presidente de Junta quer ser?
Eu quero ser uma presidente de junta próxima da população, ir ter com as pessoas e motivá-las a virem ter comigo sempre que tiverem algo a dizer, sempre que acharem que algo está mal.

Em geral, quando há eleições começamos a ver as coisas a serem limpas; cortam-se as ervas, pintam-se muros… No meu entender, os mandatos autárquicos são de quatro anos e as obras não podem ser feitas só porque se aproximam as eleições. É importante falarmos nisso, por isso é que digo que devia haver eleições de seis em seis meses, porque só assim nós tínhamos o mínimo de higiene em todas as zonas.

Mais artigos
1 De 36

Não faço grandes promessas. Neste momento, só prometo aquilo que eu acho que vou conseguir fazer.

Que ideia tem da sua freguesia?
A Ereira é uma freguesia muito envelhecida e a Lapa, embora também com uma população envelhecida, tem uma grande percentagem de jovens. Nas duas freguesias temos 1836 habitantes, 636 da Ereira e 1200 na Lapa, numa área de cerca de 12 quilómetros quadrados. Curiosamente, a Ereira tem a mesma área em quilómetros quadrados que a Lapa.

Já falei na falta de limpeza, como o lixo, os contentores mal lavados – o que não faz parte da competência da Junta, mas que a Junta deve pressionar para que melhore –, há estradas em que temos de arredar as caneiras para poder passar… Concorri à freguesia da Lapa em 2005 e não estava tão degradado como está agora. Na altura, havia jovens com interesse em fixar-se na Lapa e neste momento não se vê isso. E não vejo muito desemprego na Lapa, nós temos algumas empresas lá, o Centro de Dia também emprega pessoas, eu própria tenho um lar privado… Temos tudo para trabalharmos bem. É preciso vontade de trabalhar.

Por outro lado, a Ereira tem um sítio onde fazem as festas, com os tanques, que é um espaço de lazer para a população e algo que eu gostava de ter na boca da Lapa e fazer aí uma zona de lazer. Temos muita água, há lá os tanques de antigamente e gostava de valorizar essa zona. Sabemos que não temos dinheiro – antes da união das freguesias, a verba que era para uma freguesia é, neste momento, a mesma para as duas frguesias – não podemos prometer coisas que não podemos cumprir, mas tentar fazer o melhor com o que temos, tentar embelezar a nossa terra.

Qual a primeira medida a tomar assim que for eleita?
A primeira coisa é a limpeza das terras. Acho que a limpeza é a nossa cara, a ‘cara’ da Junta. Eu aqui falo em equipa porque aqui não vou trabalhar sozinha. Eu tenho uma candidata que é da Ereira e, se ganharmos, vamos as duas trabalhar em equipa. As nossa ideias são comuns, há coisas que a Ereira precisa mais que a Lapa e outras que a Lapa necessita mais que a Ereira. A prioridade é a limpeza e manutenção das infraestruturas que temos. Por exemplo, na Lapa somos ricos em água, temos umas belas fontes e é preciso a limpeza dessas fontes e dos tanques.

Equipa da Coligação Juntos pela Mudança à Assembleia de Freguesia da União de Freguesias Ereira e Lapa

Candidatos efetivos Maria de Lurdes Lopes Martins Bento, 61 anos, enfermeira; Sandra Isabel Frutuoso Clemente, 43 anos, controladora de qualidade de instrumentos médico-cirúrgicos; Ricardo Miguel Salsinha Aniceto, 35 anos, técnico superior de arquivo; Ana Maria Paulos Pintor, 27 anos, engenheira agrónoma; Joana Patrícia Mota Narciso Costa, 34 anos, desempregada; José Fernando Gomes Amaral Gerardo Felício, 55 anos, empresário industrial; Luís Miguel Antunes Ferreira, 38 anos, serralheiro; Graça Maria Ferreira da Silva, 54 anos, oficial de justiça; Álvaro Jorge David dos Santos, 49 anos, motorista

Candidatos suplentes Madalena Maria Pinto David, 51 anos, economista; Luís Filipe Botequilha Garrido, 21 anos, técnico informático; Isa Alexandra Felício Apolinário, 24 anos, desempregada; Jorge Miguel Reis Ricardo, 45 anos, empresário agrícola; Maria Celeste Mendão Rodrigues da Silva Luís, 60 anos,empresária; Flávia Isabel Martins Bento, 34 anos, técnica de lar; Rúben Miguel Paulo Azevedo, 18 anos, estudante; Carla Alexandra Teixeira da Silva, 47 anos, empregada doméstica; Eduardo Nuno Mendes Gandra, 60 anos, técnico de eletrónica; Nuno Alexandre Trigo Grifo da Costa, 40 anos, empresário; Maria Vitória Sousa Bento, 59 anos, doméstica; Isabel Maria da Rosa Botequilha Garrido, 46 anos, auxiliar de lar

Pode gostar também

Comentários estão fechados.