AÇORDA DE CAMARÃO COM TOMATE, de comer e chorar por mais

Em Setembro, o Verão despede-se. Guardamos as roupas leves e frescas, os chinelos e as toalhas de praia. Os dias dão sinais. Anoitece mais cedo e as noites tornam-se frias, começam a pedir agasalho. E assim, pouco a pouco o Outono instala-se como um velho de barbas brancas que depois de um passeio, cansado, se senta no banco de jardim, para observar a alegria das crianças que brincam e riem com os pais num final de tarde. As folhas das árvores pintam-se de tons quentes, de amarelo dourado, castanho claro… E sem querer, deixam-se levar pela conversa do vento e enchem as ruas. No ar, começa a sentir-se o cheiro a castanhas assadas.

No Outono os pratos frescos e leves do Verão dão lugar ao aconchego de uma taça de sopa a fumegar, aos assados no forno, às comidas que nos reconfortam e dão energia. Um dos ingredientes que me faz companhia todo o ano é o pão. Eu adoro pão. Pão quente com manteiga é das melhores coisas do mundo para mim. Adoro pão caseiro e a minha mãe faz o melhor pão que já comi alguma vez! Acabado de sair do forno assemelha-se quase a um bolo. Quente, comido com açúcar e azeite, como faziam antigamente, é qualquer coisa do outro mundo.

A nossa gastronomia é também reveladora do nosso apreço cultural pelo pão. Com arte e sabedoria, juntou-se o pão, o azeite, o alho e um raminho de ervas frescas para fazer uma refeição deliciosa. Consoante a geografia, uns chamam-lhe açorda, outros migas. Independentemente do nome, de mais ou menos líquido, ambas vivem de um bom pedaço de pão migado. E para este Outono, recomendo-vos uma açorda de camarão com tomate. Simples, mas de comer e chorar por mais.

 

Ingredientes:

500 g de camarão com casca,
180 g pão (de véspera),
850 ml de caldo de camarão,
3 dentes de alho esborrachados,
1 dl de azeite,
350 g de tomate bem maduro,
1 ovo,
1 raminho de salsa,
Sal e pimenta-preta de moinho q.b.

Mais artigos
1 De 3

 

Confeção:

1. Cozer o camarão em água temperada com sal. 2. Depois do camarão cozido, descascá-lo e aproveitar as cascas e as cabeças. 3. Colocar as cascas e as cabeças de camarão na água onde cozeu. Levar novamente ao lume e deixar ferver durante 3 a 4 minutos. De seguida, com a varinha mágica triturar o preparado. Coar o caldo. 4. Regar o pão com 850ml de caldo de camarão.
5. Limpar o tomate de peles e sementes, e picá-lo. Reservar. 6. Colocar o azeite num tacho com os dentes de alho. Deixar frigir um pouco. 7. Adicionar o tomate e deixar cozinhar durante dois a três minutos, em lume brando. 8. Acrescentar o pão demolhado, o camarão descascado e cortado ao meio. Mexer muito bem. Temperar com sal a gosto. 9. Bater um ovo com pimenta preta de moinho. 10. Retirar do lume. Acrescentar o ovo batido e a salsa. Mexer muito bem e servir.

por Isabel Zibaia Rafael autora do blogue
Cinco Quartos de Laranja

Encontrarão outras receitas no meu livro Cozinha para dias felizes.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.