“Adoro ser presidente de Junta, faço isto mesmo com gosto”

José Belo, 64 anos, reformado, candidato a presidente da Junta de Freguesia de Vale da Pedra pelo Partido Socialista

Quem é o homem que se recandidata a presidente de Junta?
O José Belo é uma pessoa que mostra muita disponibilidade para dar aquilo que de melhor tem, que é o conhecimento, o voluntarismo, o que de melhor tem em prol da sua freguesia, quer no apoio às coletividades, a participar de forma ativa nas coletividades, sem ser só no âmbito daquilo que corresponde ao facto de ser presidente de Junta, é um indivíduo com extrema disponibilidade, com extrema vontade, 24 horas por dia.

Sou natural de Pontével, porque quando eu nasci não tínhamos freguesia de Vale da Pedra, mas nasci no Vale da Pedra, em 1953. Casei-me em 1976 e quatro anos depois saí do Vale da Pedra, fui morar para Alverca, e vivi lá oito anos. Mas ‘galinha de campo não quer capoeira’. Entretanto, fartei-me daquilo e vim para aqui. Eu fiz um percurso profissional em que comecei na base, como aprendiz, e fiz todo um percurso profissional até atingir o topo da carreira como técnico de qualidade sem ter qualquer formação superior. A maior parte do meu tempo foi como responsável de área na qualidade da manutenção e fabricação aeronáutica. Aposentei-me em 2009, e abracei, depois disso, este desafio, que é estar na política. Eu já estava na política desde 94, em que fiz o primeiro mandato como secretário da Assembleia de Freguesia de Vale da Pedra; no mandato a seguir, passei a pertencer ao executivo; portanto, já estou há 24 anos na política, e concretamente na freguesia de Vale da Pedra.

Também comecei no associativismo muito novo. Ainda antes de ir para Alverca, eu fui uma das pessoas de Vale da Pedra que iniciei o projeto de constituição da Associação Cultural e Recreativa de Vale da Pedra, só que saí e eles é que concluíram esse processo. E quando regressei a Vale da Pedra comecei a participar nas coletividades.

O que o motivou a ser recandidato?
Adoro ser presidente de Junta, faço isto mesmo com gosto.

Que presidente de Junta quer ser?
Tenho sido um presidente presente, um presidente que está para ouvir as pessoas, sempre disponível para receber as pessoas. E cada vez mais as pessoas vêm ter comigo. E eu sinto-me feliz por isso, porque sinto que estou a conseguir realizar coisas de que as pessoas precisam, até coisas que fogem às obrigações de um presidente de Junta segundo a lei. O presidente de Junta tem de ter essa sensibilidade, não pode olhar só para a lei e cumprir só aquilo que a lei o obriga, tem de ter uma visão muito mais alargada das necessidades das pessoas. E quero continuar assim.

Que ideia tem da sua freguesia?
Vale da Pedra dá a ideia de ser pequenina mas não é, tem cerca de 2000 habitantes e 1500 e qualquer coisa eleitores. A população não é maioritariamente idosa, é mais jovem, porque Vale da Pedra tem esta característica: há muita gente, dada a proximidade da estação de caminho-de-ferro, que migrou para ali. Há imensos casais novos.

Mais artigos
1 De 36

No que respeita à Junta, no início do meu mandato, dado que herdei uma dívida imensa, aliás, sufocante, nós tínhamos uma asfixia total. Tínhamos dez funcionários e o orçamento da Junta de Freguesia, além de pagar aos funcionários, pouco mais dava, se calhar, para o economato, não dava para mais nada. Assim, aquilo que eu queria era arrumar a casa, era por a Junta de Freguesia com autonomia, capaz de mostrar que já é autossustentável. Neste momento, a Junta de Freguesia está, do ponto de vista financeiro, muito saudável. Temos uma dívida a rondar os 54 mil euros à ACVP que está controlada, agora é só por ‘o preto no branco’ e passar o terreno onde está implantada a ACVP, a creche, para a ACVP, e a dívida fica totalmente saldada.

A questão do multibanco é um dos anseios da população – e minha – de há muito tempo. O anterior executivo decidiu, aquando dos assaltos, retirar a caixa multibanco, e muito bem. Menos de um mês depois da minha tomada de posse, em novembro de 2013, já estava a fazer cartas a todos os bancos, e tive reuniões com alguns, a solicitar a colocação de uma caixa multibanco. Nunca desisti, e este ano, finalmente, consegui, embora já poucas esperanças me restassem.

Qual a primeira medida a tomar assim que for eleito?
Há uma coisa que é confrangedora no Vale da Pedra, que são os passeios na zona central. Colocaram-se lá árvores que não têm características específicas para estarem em passeios e que os estão a destruir totalmente. Portanto, vou ter de olhar para aquilo e vou ter de pensar o que é que se poderá fazer ali e, eventualmente, tirar aquelas árvores e colocar outras. Porque senão, mais dia menos dia, aquilo está perigoso, inclusivamente para as pessoas com mobilidade reduzida, com alguma idade que ali passem e podem cair. Uma das coisas que eu quererei fazer é precisamente isso. Depois, é dar continuidade à manutenção das ruas da freguesia, porque elas, com o tempo, vão-se degradando, mas não podemos andar sempre a remendar, temos de ter outro tipo de atitude. Temos três ruas por alcatroar e quero essas ruas alcatroadas.

A Junta de Freguesia tem um problema de base, foi mal construída. Não temos acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, é inconcebível. Às vezes, quando há alguém que não pode subir, as funcionárias vêm cá a baixo. É uma coisa que também é urgente resolver.

 

Lista do PS à Assembleia de Freguesia de Vale da Pedra

Candidatos efetivos José Alberto Alves Belo, 64 anos; Telma Machado Vinhas, 33 anos; Fernando Ferreira Ramos da Costa, 59 anos; Jorge Joaquim Modesto Cesteiro, 52 anos; Elsa da Luz Chamiço de Matos, 45 anos; José Augusto Carreira Blazer, 63 anos; Maria Fernanda Lagarto Marques Cardoso, 55 anos; João Afonso Luzio Nunes da Costa, 24 anos; Andreia Filipa Praia Mirão, 20 anos

Candidatos suplentes Paulo Jorge da Silva Lopes Cardoso, 39 anos; Luís Miguel Soares Mirão, 38 anos; Ana Cristina de Campos Oliveira, 45 anos; Adriano Manuel de Almeida Cabaço, 58 anos; João José Mirão Branco, 40 anos; Marta Isabel Cipriano Martins, 22 anos; José Arsénio Lopes Cardoso, 62 anos; Gabriel Machado Vinhas, 26 anos; Ana Rita Vicente Bronze da Silva, 22 anos; José Manuel Lourenço Sebastião Cunha, 58 anos; Madalena Sofia Rodrigues Cesteiro, 25 anos; Joana Maria Ferreira Vergas, 40 anos; José Eduardo Morais da Cruz, 60 anos; Maria Alzira Capucho da Silva Sales Nascimento, 66 anos; Miguel Ângelo Costa Pratas Chaves, 40 anos; Filipe Daniel Rodrigues Cesteiro, 25 anos; Maria Fernanda Carreira Marques Brás, 71 anos; António de Oliveira Antunes, 82 anos; Manuel João Gil de Deus, 79 anos

Pode gostar também

Comentários estão fechados.