Ano novo, vida nova

A chegada de um novo ano é sempre uma oportunidade para fazer um balanço do que fez nos últimos doze meses e definir uma lista de resoluções para o ano que agora se inicia. Até nesta mudança de data, pode encontrar a motivação para alterar, também, algumas atitudes. Experimente fazer a sua lista para 2014, com vista a um comportamento mais sustentável. E tente que essa lista seja realista e concretizável. Aqui vão algumas ideias.

A reciclagem já é uma prática comum em muitos lares portugueses, mas temos ainda um longo percurso a percorrer. Caso ainda não faça a separação do lixo em sua casa, porque não aproveitar esta altura para o começar a fazer? É muito simples e apesar de ocupar um pouquinho mais de espaço na cozinha, vai ver que evitará tantas idas à rua para despejar o lixo.

Como consumidor evite a compra de produtos por impulso e tente optar, sempre que possível, por produtos ecológicos e sustentáveis. Prefira ainda produtos portugueses e contribua para a economia nacional. Estas pequenas grandes mudanças são muito simples de fazer nas idas ao supermercado.

Em termos de estilo de vida, que tal começar a usar menos o carro, preferindo os transportes públicos ou as deslocações a pé para percursos mais curtos? Assim até vai contribuir para melhorar a sua forma física. Um autêntico dois em um! Também pode começar a analisar a possibilidade de praticar voluntariado numa organização perto da sua casa ou local de trabalho, ou até online, caso não seja viável deslocar-se fisicamente. Escolha uma tarefa na qual possa, de facto, dar um bom contributo. Use os seus talentos conhecidos ou escondidos, e faça a diferença. E o melhor é que o que vai receber em troca vai superar todas as suas expetativas.

Estas são apenas algumas ideias simples e fáceis de realizar, mas existem muitas mais que pode aplicar. Aceite este desafio e contribua para um mundo cada vez mais sustentável.

Escrito por Filipa Abecasis, gestora de projetos de comunicação para a sustentabilidade


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.