António Filipe visitou Festa do Vinho

O certame foi visitado pelo deputado António Filipe

©Jornal de Cá

 

A Festa do Vinho do Cartaxo atrai milhares de visitantes, alguns até com responsabilidades na política nacional.

É o caso do deputado António Filipe, eleito do PCP pelo círculo eleitoral de Santarém à Assembleia da República.

Em declarações ao Jornal de Cá, António Filipe revelou que já por diversas vezes visitou o certame, ” e venho sempre com o maior prazer, quer pelo convívio com as pessoas, que é bastante importante e agradável, mas porque permite tomar conhecimento mais aprofundado de uma realidade muito importante”, que é o setor do vinho.

O deputado destaca a importância da produção de vinhos, “com novidades que vão sempre aparecendo, mas temos, este ano, a novidade do chocolate, que é uma indústria que tem sempre elementos inovadores”.

António Filipe disse aproveitar esta visita para contactar com os expositores e conhecer as suas expetativas “e os trabalho que desenvolvem para envolver a região e também, obviamente, para poderem ter melhores condições de vida para si próprios. E aquilo que verificamos aqui é, de facto, um trabalho muito abnegado, dedicado, da parte das pessoas que, normalmente, com pequenos projetos empresariais, vão desenvolvendo esta região”.

Mais artigos
1 De 17

A Festa do Vinho tem vindo a renovar-se, concordou António Filipe, que salientou que “estamos a assistir a um momento em que as pessoas estão mais confiantes. De facto, houve melhorias, sobretudo para uma parte significativa da população, que sofreu uma redução de direitos, de vencimentos e, portanto, desse ponto de vista, a economia está melhor e as pessoas têm mais confiança. É evidente que isso também se nota, ou seja, há, de facto, a expetativa de que as coisas possam melhorar. Mas, do nosso ponto de vista, não melhoraram ainda aquilo que era desejável e que era até possível terem melhorado”.

A terminar, o deputado desejou que “de ano para ano, esta Festa do Vinho possa refletir uma melhoria na situação económica das pessoas. Eu creio que há alguns sinais que são positivos”.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.