As maravilhas de Óbidos

obidosMesmo para quem visita a vila de Óbidos com frequência é fácil deslumbrar-se com todo aquele cenário medieval, com fachadas brancas e ruelas sinuosas bem conservadas, entre muralhas, misturando elementos de estilo românico, gótico, manuelino e barroco.

As origens da fortaleza de Óbidos são ainda obscuras. A sua posição poderá ter favorecido a instalação de um primitivo reduto fortificado de origem romana. A sua história é mais precisa a partir da viragem para o século XII, existindo algumas referências da época que o documentam. Em 1147, a vila passou para a posse de D. Afonso Henriques, ficando para a posteridade uma tradição de tenaz resistência por parte dos muçulmanos.

Anos mais tarde, foi D. Sancho I quem reconquistou a localidade, dotando-a então de condições mais efectivas de povoamento e de organização. De acordo com os relatos históricos, o ano de 1210 foi uma das datas mais marcantes da vila, com a sua doação a D. Urraca. A partir desta época a vila passou a ser um importante local de presenças assíduas dos casais régios ao longo das Idades Média e Moderna, sendo enriquecida por obras de arte, principalmente através do mecenato artístico patrocinado por D. Leo-nor, no século XV, e por D. Catarina, no século XVI, que ainda marcam a paisagem arquitectónica da vila.


obidos03Sítios com história

O acesso ao interior da vila faz-se por quatro portas e dois postigos, das quais se destaca a Porta da Vila ou Porta de Nossa Senhora da Piedade, onde se lê uma inscrição do rei D. João IV encontrando-se ainda, no seu interior uma capela com varanda, revestida de azulejos do século XVIII.

Depois de entrar na vila histórica há outros pontos a descobrir, como a Pousada do Castelo (na imagem da página anterior), o pelourinho da vila, o aqueduto da vila, com três quilómetros, o Cruzeiro da Memória, construí-do em comemoração da tomada de Óbidos aos mouros por D. Afonso Henriques.

Toda a vila merece ser descoberta. Cada recanto tem história. A sua expansão urbana aconteceu na viragem para o século XIV, com D. Dinis a alargá-la para fora das muralhas. Mais tarde foi D. Fernando quem patrocinou novas obras, merecendo o seu nome na torre de menagem.

Mais artigos
1 De 7

Nos dias de hoje, bem conservada e atraente, a vila de Óbidos é regularmente visitada por turistas, estrangeiros e portugueses, sendo uma importante referência do turismo nacional. A emblemática vila tem vindo a ser bastante dinamizada proporcionando um ambiente sempre muito vivo em todos os seus espaços.

Actividades culturais
Aproveitando os belos espaços da vila, durante todo o ano decorrem diversas iniciativas de âmbito lúdico e cultural, sendo algumas delas verdadeiros êxitos a nível nacional. São exemplos disso a Feira Medieval, em Julho, a Vila Natal, em Dezembro, e o Festival Internacional do Chocolate, em Fevereiro.
info
Acesso
A1, A15, A8, N8, N114

Horários
Museu Municipal de Óbidos
terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das14h00 às 18h00

Pode gostar também

Comentários estão fechados.