Associação de Pais doou seis computadores a escolas

A Associação de Pais do Agrupamento Marcelino Mesquita (APAMM) do Cartaxo entregou esta terça-feira seis computadores a algumas escolas do Agrupamento.

Esta doação surge na sequência de um pedido de doação de material informático efetuado pela APAMM à Câmara Municipal de Lisboa, que respondeu afirmativamente, doando seis computadores e respetivos monitores.

Os computadores foram entregues às escolas que, segundo um levantamento feito pelo APAMM , apresentavam maiores necessidades.

As escolas contempladas foram EB 1 José Tagarro, no Cartaxo, a EB 1 de Vila Chã de Ourique e o Jardim de Infância de Vila Chã de Ourique. A APAMM ofereceu, ainda, um computador à Associação de Estudantes da Escola Secundária do Cartaxo.

“Regozijamo-nos por ter uma Associação de Pais que é um parceiro e que, mais do que apontar problemas, procura soluções porque está consciente das carências”, resumiu a vereadora Elvira Tristão.

O presidente da APAMM, Paulo Ferreira, confessou que “gostaríamos que fossem muitos mais”, deixando a garantia que “vamos tentar angariar mais computadores, mais equipamento, para depois fazermos a distribuição”, bem como “precisamos da participação de muitos mais pais”.

Mais artigos
1 De 34

Maria de São José, coordenadora da EB 1 José Tagarro, destacou que “sempre tivemos uma relação de muita proximidade com a Associação de Pais, sempre vimos a Associação de Pais como um parceiro fundamental nesta casa”.

Uma escola que conta com cerca de 320 alunos, “tínhamos um projeto que era uma sala de informática, não foi concretizado, mas os nossos meninos continuam a fazer trabalhos na biblioteca, onde conseguimos ter alguns Magalhães, mas claro que isto é sempre uma mais-valia, porque os computadores que temos são os que já estavam na escola do 2º e 3º ciclo, e que estão sempre com problemas. Portanto, isto foi mesmo muito bom”, rematou Maria de São José.

Manuela Figueiredo, coordenadora da EB de Vila Chã de Ourique, adiantou que, na próxima semana, chegarão mais dois computadores a esta escola, mas que a sala de informática, “até ao momento, ainda não se conseguiu apetrechar a sala com material informático nem com mobiliário. Nós conseguimos improvisar estas mesas, comprámos, com o dinheiro da escola, prateleiras e mudámos para aqui a biblioteca, que estava nuns armários no hall de entrada. Agora, vai ser uma mais-valia, porque com estes computadores já podemos vir aqui fazer trabalhos com os alunos, já podem fazer pesquisas. Estamos bastante contentes”.

O presidente da Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique, Vasco Casimiro, agradeceu a oferta, que “veio complementar esta sala, que foi feita propositadamente para informática. Foi um esforço que todos fizemos, a comunidade escolar e Vila Chã, o Agrupamento e a Junta de Freguesia perante a Câmara, para a Câmara assumir esta obra, e assumiu e bem, com uma sala de apoio para professores, que não tinha, não tinham condições, e esta sala para informática e para outras atividades”.

Vasco Casimiro levou, ainda, outra boa notícia a este estabelecimento de ensino: “a Comissão de Festas de 2016, da qual eu fui juiz, decidiu oferecer uma tabela de basquetebol, a tão ambicionada tabela de basquete, que a Junta praticamente prometeu e não conseguiu dar”.

Pode gostar também
Comentários
Loading...