Aulas de música do JIC mais ricas

O professor de música do Jardim de Infância do Cartaxo, Rolando Ferreira, apresentou os instrumentos musicais adquiridos com a verba conseguida nos espetáculos solidários protagonizados pelos pais dos seus alunos

Aconteceu esta semana o ato simbólico de entrega dos instrumentos para as aulas de música do Jardim de Infância do Cartaxo, depois do dinheiro angariado com os espetáculos solidários ‘A revolta das notas musicais‘, dirigida pelo professor Rolando Ferreira, protagonizado pelos pais dos alunos.

Presente nesta ocasião estava o presidente do JIC, Dário Nogueira que, em nome da direção da instituição, agradeceu aos pais que com esta ação vieram “enriquecer o património musical do JIC”, área educativa a que “damos muita importância”. “Vocês foram um bom exemplo”, dirigiu-se Dário Nogueira aos pais ali se encontravam, com os filhos, que para ver o resultado do seu empenho nos espetáculos solidários, que apresentaram em maio e julho passados.

A verba conseguida proporcionou a entrada de mais trinta instrumentos musicais nas aulas de música do JIC. Um piano, uma coluna de som, maracas, pandeiretas, reco-recos, tamborins, caixas de música, entre outros instrumentos novos trazem maiores possibilidades aos professores e alunos de música, atividade que o presidente da instituição considera “muito importante” na formação dos mais pequenos, ainda para mais com “estes professores de música espetaculares”.

“Em boa hora, vocês [pais] mostraram a todos que é possível”, disse o professor Rolando, que se mostrou bastante entusiasmado com as novas aquisições, enquanto as mostrava e dava a conhecer. Rolando Ferreira não tem dúvidas em afirmar que estes pais foram “pioneiros”, nesta aventura solidária, na esperança de que continue. Muitos dos pais ali presentes, alguns com os filhos já na escola, mostraram vontade de continuar com esta ‘brincadeira’, que lhes deu trabalho, mas que muito os divertiu, e no fim de contas, ainda conseguiram um saldo positivo. Vamos acreditar que este foi só o primeiro de muitos projetos que hão de vir.

Pode gostar também