Autárquicas 2017: Miguel Ribeiro é candidato do MIP a Cartaxo e Vale da Pinta

Miguel Ribeiro tem 39 anos, é natural do Cartaxo, cidade onde vive, e é consultor informático

 

Miguel Ribeiro é o candidato do MIP (Movimento Independente Pluralista) à presidência da União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, nas autárquicas de 1 de outubro.

Miguel Ribeiro tem 39 anos, é natural do Cartaxo, cidade onde vive, e é consultor informático.

O candidato é independente e, em declarações ao Jornal de Cá, assegura “acreditar que é através de pessoas independentes, que tenham como única preocupação o concelho do Cartaxo, que podemos alterar o atual estado das coisas e o rumo desastroso que tem sido seguido durante muitos anos”.

Além disso, acrescenta não se rever “em partidos políticos, porque o que tenho assistido nos partidos políticos são pessoas a usarem os caminhos fáceis das máquinas partidárias para fazerem carreira politica, apenas em beneficio próprio. As pessoas esqueceram se do que é fazer serviço publico, o que é ser eleito para trabalhar para os outros, tratam o serviço público como se fosse um trabalho como outro qualquer… não é”.

Trazer uma nova vida à União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta é o principal objetivo desta candidatura. “Tratar do essencial, que são, em primeiro lugar, as pessoas. Custa-me ver pessoas de idade a tropeçar nos passeios que estão em estado deficiente, pessoas em cadeiras de rodas que não têm acessos para as mesmas, pais que não têm locais em condições para tempo de lazer com os seus filhos, jovens, e não só, que não têm locais onde possam praticar desporto de modo seguro e saudável, as associações que unidas seriam mais fortes… entre muitas, mas muitas outras coisas, que é preciso fazer e que queremos fazer”, revela.

Mais artigos
1 De 38

Miguel Ribeiro deixa, também, um olhar crítico, considerando que “a Junta de Freguesia praticamente não existe, é como se fosse um anexo da Câmara Municipal, tudo o que acontece no Cartaxo tem tido o nome da Câmara Municipal, a Junta de Freguesia parece que não tem iniciativa, limita-se a preparar com grande rigor as festas e alguns eventos, juntamente com a Câmara, e esquece-se de tudo o resto, do essencial e do seu próprio potencial, está parada no tempo”.

Caso não vença as eleições, Miguel Ribeiro garante que vai continuar a trabalhar com todos, como tem feito até aqui. “Há muitos anos que já ajudo várias instituições no Cartaxo. Sou professor voluntário de informática na Universidade Sénior do Cartaxo, não há muito tempo, o presidente da Junta de Vila Chã de Ourique, Vasco Casimiro, entrou em contacto comigo no sentido de eu ajudar na parte de informática, a Junta de Pontével a mesma coisa, através do presidente, Jorge Pisca. Disponibilizei-me com muito gosto em ajudar ambos os casos. Já ajudei a Câmara Municipal do Cartaxo várias vezes, durante muitos anos, organizei eventos desportivos para ajudar clubes e instituições, etc. Não preciso de trabalhar com partidos para ajudar e colaborar com as instituições”, finaliza.

 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.