Avós: Testemunhos de amor incondicional

Por Raquel Marques Rodrigues

O dia mundial dos Avós celebra-se no próximo 26 de Julho. Para assinalar esta data prestar uma homenagem será sem dúvida o melhor presente que se pode dar. Porque dizem que os avós são pais pela segunda vez? Porque enfrentam novos desafios? Porque são tão especiais? Tantas questões que só o coração pode responder verdadeiramente.

Na minha infância não cresci com os meus avós. Não tive o privilégio de ouvir as suas histórias e conviver e partilhar desse amor tão puro e sincero era algo que queria vivenciar. Sempre sonhei e tive a esperança de ter colo de avô.

Recordo-me de desfolhar álbuns de fotografias e procurar nas fotos dos avós paternos que não conheci, traços que me pudessem assemelhar- me a eles. Só queria conhece-los, mas a estrada e um grito de desespero levo-os para longe de mim. Ficava observar, vezes infinitas para as suas fotos e a imaginar que um dia iria sentir esse amor.

Nos tempos que correm, os novos pais da geração XXI, a qual estou incluída, dispõem cada vez menos tempo para dedicar aos seus filhos: com horários prolongados, tempo gasto em transportes, com a separação do casal, … Que seria de nós sem eles?! Se não fossem os avós, que estão presentes em todas as ocasiões, educar seria uma tarefa singular, árdua e extenuante.

A figura dos avós assume um papel de destaque no seio da família. Eles são mais ativos e presentes. Agora com mais tempo, experiência, paciência, serenidade, diz- se que ser avó é ser pai pela segunda vez. Eles transportam a herança da família, contribuem para o desenvolvimento e equilíbrio emocional da criança e criam um vínculo que jamais se apaga.

Hoje em dia, sou uma sortuda, conquistei 50 avós. Trabalhar com estas pessoas é realmente um prazer, são recompensas de amor que ganho diariamente. A sua experiência está espelhada nas suas rugas e nos seus lindos cabelos brancos. São meus professores, conselheiros, companheiros, enfim são autênticas enciclopédias de sabedoria.

Mais artigos
1 De 5

Eles são protetores, compreensivos e verdadeiros amigos. Eles desenham amor sobre os rabiscos da minha filha, pintam de cor azul as suas travessuras e abraçam o seu choro. A relação de afeto, carinho e cumplicidade marcam a vida de ambos.

Os avós são o verdadeiro testemunho de amor incondicional, a maior riqueza da família e a maior fortuna da sociedade civil. Bem hajam!

Pode gostar também

Comentários estão fechados.