Câmara notifica mais de 300 proprietários para limpeza de terrenos

Câmara contrata empresa para limpar terrenos do município e de privados, classificados pela Proteção Civil como maior risco de incêndio

Foram notificados, este ano, mais de 300 proprietários para limpeza dos seus terrenos pela Câmara Municipal do Cartaxo que, entretanto, já procedeu à limpeza daqueles que implicam maior risco de incêndio no concelho.

Numa altura em que o País atravessa uma vaga de incêndios, Pedro Ribeiro veio enaltecer, na reunião de Câmara desta segunda-feira (21 de agosto), o trabalho dos Bombeiros Municipais e voluntários, “que têm sido incansáveis no apoio aos incêndios florestais, nomeadamente na nossa região”, assim como transmitir o “trabalho dos nossos serviços, da Proteção Civil, de fiscalização e de ajuda das juntas de freguesia, na identificação dos proprietários dos terrenos devolutos”, cujas notificações para a devida limpeza dos seus terrenos ultrapassam as “300 notificações este ano”. Pedro Ribeiro lembra que “antes deste executivo tomar posse esta câmara notificava menos de seis pessoas – e nós temos vindo em crescendo e hoje já vamos mais de 300 notificações”.

Segundo o presidente da Autarquia, “no ano passado a taxa de sucesso foi acima dos 95 por cento”, ou seja, “mais de 95 por cento dos terrenos notificados foram limpos”. Este ano ainda há mais de 78 cujo prazo estipulado para a limpeza dos terrenos ainda não terminou, “porque damos 30 dias, após a notificação”.

Relativamente àqueles terrenos “que foram classificados pela Proteção Civil como maior risco e que ainda não estavam limpos, uns do município outros de privados, contratámos uma empresa privada para fazer a limpeza, e depois, perante a lei, a fatura irá chegar aos proprietários destes terrenos”, explica o presidente, adiantando que “as nossas prioridades foram as faixas de terreno junto a bombas de combustível, junto aos postes de transformação, junto a áreas habitacionais, como por exemplo na Quinta das Correias, entre outras áreas nas freguesias, num mapa elaborado pelos nossos bombeiros e serviços da Proteção Civil”.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.