Cartaxeiros pelo mundo

 

Da Europa à Ásia, passando por África, Austrália e América, fomos conhecer os cartaxeiros que estão espalhados pelos quatro cantos do mundo. Em destaque na edição de março do Jornal de Cá, já nas bancas!

cartaxeiros_pelo_mundo_inografia

Sair do País nunca é uma decisão fácil. A família e os amigos ficam para trás, os locais que sempre conhecemos deixam, de repente, de fazer parte do nosso quotidiano, perdem-se os sabores da nossa infância e os cheiros desaparecem. E a distância, que parece não ter fim, está agora mais curta com o Cartaxo Online.

 

Senti que necessitava de uma mudança na minha vida, a todos os níveis.
André Pita-Groz

 

Aqui, quanto mais idade se tem, mais fácil se torna arranjar trabalho, porque valorizam muito a experiência de vida.
António José Vieira Dias

 

Mais artigos
1 De 151

O mais difícil foi, e continua a ser, estar longe da família.
Andreia Heitor

 

Emigrei por ambição profissional. Fui convidado a abrir uma empresa aqui no Brasil e assim fiz.
Ricardo Antunes

 

Não tenho saudades nenhumas, do discurso generalizado do coitadinho, e de os políticos fazerem o que querem sem serem punidos, dos clubismos de futebol.
Joana Dias

 

As ruas do Cartaxo, comparadas com as daqui, são um miminho.
Toni Custódio

 

Leia toda a reportagem, em destaque na edição impressa, do Jornal de Cá de março, já nas bancas!

 


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.