Cartaxo quer mais heróis da fruta

 

A segunda etapa do projeto pedagógico Heróis da Fruta começou ontem, dia 10 de fevereiro, com a abertura das votações para o Hino da Fruta que se apresentam ao concurso nacional – a votação vai decorrer até ao próximo dia 11 de março.

image002 (1)

 

Três estabelecimentos de ensino do concelho apresentaram as suas propostas e precisam agora de votos – quem vota, habilita-se também a ganhar prémios e ajuda, com a sua chamada, os Heróis da Fruta a entregar lanches saudáveis a crianças de todo o país.

 

 

Para avaliar as prestações das alunas e dos alunos do concelho, pode assistir aos vídeos, clicando no nome da escola:

Escola N.º 2 do Cartaxo

Mais artigos
1 De 1.129

Escola Básica N.º 3 do Cartaxo

Escola Básica José Tagarro

Para votar no hino da Escola N.º 3 do Cartaxo, ligue para o 760 457 053, para votar no hino da Escola N.º 2 do Cartaxo, deve ligar para o número 760 457 054, e para votar na proposta da Escola Básica José Tagarro, o número é o 760 457 055. O custo de cada chamada é de 0,60 euros + IVA.

Heróis da Fruta em nome de uma alimentação mais saudável

A Câmara Municipal do Cartaxo é Autarquia Parceira do projeto “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável”, pelo segundo ano consecutivo, com o objetivo de alargar o projeto ao maior número possível de estabelecimentos de ensino do 1.º ciclo e do pré-escolar, e integrá-lo no conjunto de iniciativas da área de Educação e Juventude da autarquia, para a promoção de uma alimentação mais saudável – como as ações de sensibilização no âmbito do projeto DesEnvolve, de sessões de teatro infantil ou a presença de informação nos refeitórios escolares, que decorrem desde o início do ano letivo.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal lembrou, no arranque do projeto, que “as estatísticas da APCOI mostram um cenário muito preocupante”, referindo que em Portugal “uma em cada três crianças tem excesso de peso ou obesidade infantil, menos de dez por cento não consome fast-food e apenas dois por cento consome fruta fresca diariamente”.

O autarca assume que “promoção de hábitos de vida saudáveis, com especial enfâse naqueles que estão ligados ao combate à obesidade”, é uma das preocupações do município. “O estilo de vida a que muitas famílias são obrigadas, com os pais a saírem muito cedo e a regressarem muito tarde do trabalho, torna quase impossível que possam travar esta luta sozinhas”, referindo ainda a constante exposição das crianças a publicidade de fast-food ou alimentos demasiado ricos em açúcar e gordura.

Motivar crianças

Durante 12 semanas, as crianças ganham diariamente “Estrelas” no “Quadro de Mérito” afixado na sala de aula, como recompensa pela ingestão de fruta. Além disso, os professores têm à sua disposição “guias” com centenas atividades facultativas que incluem fichas de trabalho, jogos pedagógicos e muitos outros conteúdos divertidos para transmitir às crianças todos os passos para se tornarem verdadeiros “Heróis da Fruta”.

Mobilizar adultos

Nas semanas seguintes, a motivação é reforçada com uma competição nacional que utiliza a música como veículo para levar as lições do projeto até casa, porque envolver os encarregados de educação é fundamental. Por isso, partilham o que aprenderam sobre a alimentação saudável com as suas famílias, convidando os adultos para ver, ouvir e votar no “Hino da Fruta” criado em conjunto por todos os alunos da turma ou da escola.

Atribuir Prémios

No final do programa, há prémios para todos: diplomas oficiais que lhes conferem o direito de usar o título de “Herói da Fruta” com o compromisso adicional de continuar a comer fruta todos os dias na escola e também em casa. Além disso, os melhores “Hinos da Fruta” do ano são escolhidos pelo Júri e recebem na sua escola a visita das mascotes do projeto com um espetáculo interativo intitulado “A Super Festa dos Heróis da Fruta”.

Quinze turmas de três estabelecimentos de ensino do concelho estão inscritas no projeto que, que vai na sua 5ª edição, visa promover a alimentação saudável da população, a partir da comunidade escolar – são os Heróis da Fruta. Já considerada a maior iniciativa gratuita de educação para a saúde no país, desenvolve-se em três etapas – Motivar as Crianças, Mobilizar os Adultos e Atribuir os Prémios, e é promovida pela Câmara Municipal, Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) e comunidade escolar.

Saiba mais aqui


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.