Casa cheia para ouvir Hugo Faustino

©Vitor Neno

Foi rodeado de amigos que Hugo Faustino apresentou o ‘seu’ Além, primeiro trabalho discográfico do fadista.

A noite estava quente, a convidar a ficar na rua à conversa, mas algumas centenas de pessoas preferiram dirigir-se ao Casal d’Além para, na que se tornou apertada sala da Associação Cultural e Recreativa Alencalense, passar uma noite inteiramente dedicada à ‘canção nacional’.

A estrela da noite, Hugo Faustino, não escondia o nervosismo que antecedia a primeira apresentação pública do seu trabalho discográfico. Afinal, como o próprio havia de confessar por diversas vezes ao longo da noite, uma sala cheia intimida qualquer um. E, ainda para mais, cheia de amigos e familiares de uma vida.

Cá em baixo, na plateia, a ‘ideóloga’ de todo este projeto, a sua mulher e também fadista Cláudia Zarro, não aparentava estar menos nervosa. Era, também, o seu ‘bebé’ que ali se apresentava. Afinal, toda a ideia foi sua, Hugo Faustino ‘limitou-se’ a interpretar os fados escolhidos. E como os interpretou, quer no CD quer no espetáculo!

Por diversas vezes, ao longo da noite, a emoção quase que falava mais alto, ora porque o seu ‘padrinho’ de fado, Vasco Casimiro, confessasse que Hugo Faustino é, para si, como um filho, ora porque Hugo Faustino dedicasse um fado ao pai e outro à mãe, ora porque Cláudia Zarro interpretasse a história de amor entre os dois fadistas.

Foi uma noite cheia de emoções, não só para os que subiram ao palco – Hugo Faustino, Cláudia Zarro e Vasco Casimiro, acompanhados por Jorge Silva à guitarra portuguesa, e Gilberto Silva à viola de fado – mas também para os muitos amigos, familiares e anónimos presentes que, com toda a certeza, não vão esquecer esta magnífica noite por muito tempo!

A apresentação pública d’ “O meu Além” contou, na assistência, com as presenças do presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Ribeiro, da vereadora da Cultura da Câmara do Cartaxo, Elvira Tristão, do vice-presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Silvino Lúcio, e do vereador da Câmara de Azambuja, António José Matos.

Pode gostar também
Comentários
Loading...