Constituida a Comissão para comemorações dos 200 anos de elevação do Cartaxo a concelho

Painel Camara Cartaxo 1536As Comemorações terão início a 10 de dezembro de 2015 e vão decorrer até à mesma data, em 2016.

A Comissão que vai presidir às Comemorações dos 200 Anos de Elevação do Cartaxo a Concelho foi aprovada por maioria, com uma abstenção do PSD, na última reunião da Câmara Municipal do Cartaxo, que teve lugar no dia 20 de abril.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal, que apresentou a proposta, referiu que “a Comissão terá como missão trabalhar com os serviços municipais, articulando a ação destes com a participação das instituições políticas e cívicas, ligadas ao universo educativo, cultural e associativo do nosso concelho, de modo a elaborar uma proposta de plano de atividades, no respeito pelos princípios da democracia, do pluralismo e do estado de direito”.

Para o autarca, a “Comissão agora aprovada é constituída por pessoas que, para além da formação académica e da experiência comprovada em diversas áreas, que possuem no seu curriculum profissional, têm demonstrado uma ligação profunda ao Cartaxo, tendo contribuído com a sua ação para a consolidação da identidade e afirmação do concelho na região e no país”.

Presidente:
Miguel Nuno Santos Montez Leal
Doutorado em História da Arte; Mestre em História da Arte Contemporânea; Licenciado em História, graus académicos obtidos na FCSH da Universidade Nova de Lisboa; pós-graduado em História da Arte Contemporânea (FCSH da UNL); em Estudos Europeus-Dominante Jurídica (Universidade Católica) e no Ramo de Formação Educacional em História (FCSH da UNL). É Investigador do Instituto de História de Arte da FCSH da Universidade Nova de Lisboa.

Comissários:
Berta Maria de Almeida Pereira
Professora aposentada do 1º ciclo do ensino básico, com o curso da Escola do Magistério Primário de Santarém, tendo lecionado durante toda a sua carreira no Concelho do Cartaxo; especializada em apoio educativo a populações especiais (1992); pós graduação em Teatro na Educação pela Escola Superior de Teatro e Cinema (2000); Mestre em Educação Artística, variante Teatro na Educação, em 2012, na Escola Superior de Educação de Lisboa; responsável pela oficina de Teatro para a infância do Centro Cultural do Cartaxo.

Mais artigos
1 De 955

Cristiana Rodrigues Tristão Marques Cera
Licenciada em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar em 2008, com estágio no Centro de Conservação e Restauro da Universidade Católica do Porto; Mestrado em conservação e restauro de bens móveis pelo I.P.T.; Pós-Graduação em Museologia e Museografia pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa; Responsável pelas obras de conservação e restauro dos altares e esculturas policromadas da Igreja Matriz de Pontével; atelier próprio de restauro; Gerente da empresa de recuperação e reciclagem de mobiliário – SAUDADE.

Frederico dos Reis Colares Torres Corado
Realizador, encenador, autor, tradutor, cenógrafo e programador. Começou muito cedo a trabalhar dividindo-se entre o cinema e o teatro. Trabalhou com alguns dos maiores nomes do teatro, cinema e da dança. Realizou o seu primeiro filme aos 15 anos e encenou a primeira peça aos 19. Em 2012 fundou no Cartaxo a Área de Serviço, com que tem vindo a desenvolver trabalho cultural e artístico regular.

João Pedro Tomásia Barroca
Licenciado em Gestão e Mestre em Economia Portuguesa e Integração Internacional, pelo ISCTE. Tem formação Especializada em Finanças e Controlo Orçamental pelo AUDAX-ISCTE. Gestor de Empresas e Entidades do Sector Não Lucrativo, é Docente de Economia no Ensino Público e Privado. É Associado Fundador da AME – Associação de Mentores e Formadores de Empreendedorismo e Associado da APF – Associação Portuguesa de Formadores.

Mário João Ribeiro da Silva
Doutorando em Ciência de Enfermagem na Universidade do Porto, Instituto de Ciências Biomédicas Dr. Abel Salazar. Investigador da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém e da Unidade de Monitorização de Indicadores de Saúde da Escola Superior de Saúde de Santarém.
Em concomitância faz parte dos órgãos dirigentes de duas coletividades da freguesia de Pontével – Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Povo de Pontével, como dirigente e diretor técnico e da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense. Foi durante dois mandatos Presidente da Associação de Pais da Escola Secundária do Cartaxo e tem procurado desenvolver sinergias no âmbito da divulgação da cultura etnográfica do Concelho do Cartaxo.

Samuel de Oliveira Periquito Vieira
Licenciado em Ciências Musicais pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa; Diplomado em Canto pela Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa; e fez a frequência do Curso de Piano do Conservatório Regional de Tomar. É colaborador do Coro do Teatro Nacional de São Carlos de Lisboa, da Associação Norte Cultural/ Orquestra do Norte e da RTP Antena 2. Colaborou com a OP/ Companhia Portuguesa de Ópera integrando também a equipa de produção. Fundou a OPERACLASSICA.PT e a OP-GRUPO onde promoveu a música erudita portuguesa através do recital, concerto e da ópera.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.