Consumo de leite é importante em todas as idades

O leite é um dos principais alimentos da alimentação humana. É a fonte mais acessível de proteínas animais, de alto valor biológico, sendo o alimento mais completo de que o Homem dispõe.

Constituído por proteínas, hidratos de carbono, gorduras, água, vitaminas, sais minerais e outros nutrientes, o leite, além de poder ser consumido ao natural, pode ainda ser combinado com outros ingredientes, prestando-se ainda a numerosas preparações alimentares.

De acordo com os especialistas na área da saúde, o consumo de leite é importante em todas as etapas da vida, por ser uma importante fonte de proteínas de alto valor biológico e de cálcio – uma das suas maiores virtudes -, nutrientes necessários, sobretudo durante a fase de crescimento. O leite é uma excelente fonte de vitamina B2 e A, indispensáveis para o bom funcionamento do organismo.

Para as crianças, o leite mais indicado deverá ser o meio-gordo. Até há uns anos, o leite gordo era o indicado, mas devido aos elevados índices de obesidade infantil, os médicos deixaram o sugerir. Para assegurar uma alimentação equilibrada, na fase de crescimento, aconselham-se três copos de leite (0,75l), por dia, ou o seu equivalente em derivados. Atualmente, os especialistas aconselham, vivamente, o leite materno para os lactentes.

Também para os jovens e adultos o leite continua a ser um alimento recomendado, devendo em ambas as faixas etárias ser consumido, diariamente, cerca de 0,5 litro (dois copos) de leite, preferencialmente meio-gordo, visto que algumas das vitaminas do leite estão ligadas à sua gordura. Daí que o leite magro seja recomendado só em casos muito específicos. Já o leite gordo tem demasiada gordura sem que haja grande alteração no teor em vitaminas, sendo por isso pouco aconselhado.

Ossos fortes e saudáveis

Mais artigos
1 De 34

O cálcio é o principal constituinte dos dentes e de todos os ossos do corpo, cuja densidade se estabelece até cerca dos 25 anos de idade, ou seja, a partir desta idade vai haver uma desmineralização progressiva do tecido ósseo. Este efeito é comum a todas as pessoas e especialmente intenso nas mulheres, após a menopausa, sendo o seu consumo muito importante na fase adulta, e crucial durante a infância, adolescência, gravidez e amamentação, pois o cálcio do leite permite formar o osso e abrandar o processo de desmineralização.

Segundo os especialistas, as crianças que não bebem leite ou o consomem em poucas quantidades, correm o sério risco de vir a ter problemas de crescimento, doença degenerativa das articulações e osteoporose. Neste último caso, a doença, que se manifesta nas fases mais avançadas da vida, pode vir a manifestar-se mais cedo e com maior gravidade, quanto menos osso se tiver formado até aos 25 anos de idade.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.