Contrato com EDP permite requalificação da antiga Central Elétrica do Cartaxo

A Câmara Municipal do Cartaxo assinou, esta semana, um contrato de comodato com a EDP que permitirá à autarquia intervir no edifício da antiga Central Elétrica, situada no centro da cidade.

De acordo com o município do Cartaxo, o contrato, que segundo o presidente da Câmara, Pedro Ribeiro, “dá à Câmara Municipal o enquadramento legal para devolver este espaço à comunidade”, vigora pelo período de três anos, sendo renovado se se mantiver o interesse da autarquia e da EDP.

Pedro Ribeiro lembra que o edifício, “inaugurado em 1929, foi intervencionado pela autarquia em 1996, ao longo dos anos, com trabalhos de manutenção do edifício, mas neste momento é necessário intervir de forma mais profunda para resolver problemas, por exemplo, ao nível da cobertura”.

Ainda segundo o presidente da Câmara, este contrato de comodato vem permitir à Câmara Municipal “assumir o projeto de reabilitação do edifício, assim como, a requalificação do espaço envolvente e colocá-lo ao serviço do movimento associativo do nosso concelho”.

Pode gostar também