Coronavírus: Cartaxo avança para 3ª fase de desconfinamento

O concelho do Cartaxo avança para a terceira fase do plano de desconfinamento, que se inicia na próxima segunda-feira, 19 de abril. Comércio e restauração vão poder abrir portas e ensino secundário e superior volta ao regime presencial.

Depois de decretado o estado de emergência pelo Presidente da República, que entrou esta sexta-feira (16) em vigor, foi determinado em concelho de ministros avançar com o plano de desconfinamento, tal como estava previsto, na generalidade do país, pois há concelhos em que o risco de transmissão é considerado elevado (taxa de incidência superior a 120 ou 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias) que não vão poder avançar. Não é o caso do Cartaxo, cujo valor de incidência atual é 25, estando concelho em risco baixo a moderado.

Assim, além das medidas em vigor desde 5 de abril, passa a ser permitida a abertura de todas as lojas e centros comerciais, assim como dos cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculo.

Também os restaurantes, cafés e pastelarias já podem abrir portas aos clientes, com o máximo de quatro pessoas por mesa no interior ou seis por mesa em esplanadas, podendo funcionar até às 22h30, nos dias de semana, e até às 13h nos fins-de-semana e feriados.

As lojas de cidadão passam a ter atendimento presencial, sujeito a marcação prévia.

Nesta fase, autoriza-se a prática de modalidades desportivas de médio risco, atividade física ao ar livre em grupos com o máximo de seis pessoas.

Ler
1 De 174

Passa a ser possível também a realização de eventos exteriores com diminuição de lotação (cinco pessoas por 100 metro quadrado), assim como cerimónias de casamentos e batizados, com 25 por cento da lotação do espaço.

A partir de segunda-feira, é a vez de se voltar às aulas presenciais no ensino secundário e no ensino superior. De salientar que este regresso ao ensino presencial avança em todo o território continental, independentemente do nível de risco de cada concelho.

Pode gostar também