Coronavírus: Número de casos diários continua a descer no Cartaxo

Esta semana, o número de recuperados é significativo face ao número de novos casos.

Segundo os dados revelados, pela Unidade de Saúde Pública do ACES Lezíria, este domingo, 13 de dezembro, estão 49 pessoas com a doença ativa, há mais cinco novos casos, nas últimas 24 horas.

O número de pessoas recuperadas da doença sobe, nas últimas 24 horas, há mais 13 recuperados, são já 508, desde o início da pandemia.

Em sete dias estão mais 37 pessoas recuperadas e há menos 20 casos diários.

Ainda segundo as autoridades de Saúde locais, estão 63 pessoas em vigilância ativa, menos 25 pessoas, nas últimas 24 horas.

O total de casos desde o início da pandemia cifra-se agora em 561. O concelho do Cartaxo contabiliza quatro vítimas mortais com covid-19. A Delegação de Saúde confirmou o falecimento de mais uma pessoa sinalizada como caso positivo de Covid-19, na sexta-feira, 11 de dezembro.

Ler
1 De 191

O concelho do Cartaxo continua em risco muito elevado de contágio, segundo o mapa de risco publicado pela DGS, no dia 7 de dezembro, que corresponde ao período entre 19 de novembro e 2 de dezembro.

Neste período, o Cartaxo está classificado como concelho de risco muito elevado, com o índice calculado de 587.

A Incidência Cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV2 corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019 pelo Instituto Nacional de Estatística, que no caso do concelho do Cartaxo, a população estimada é de 23 843 habitantes.

Exemplo – cálculo do valor da incidência cumulativa, se nos 14 dias anteriores ao dia de análise forem registados 50 novos casos de infeção e se a população residente for de – 150 000 habitantes:(50/150 000) x 100 000 = 33,3 casos por 100 000 habitantes.

O número de novos casos nos próximos sete dias tem de estar abaixo do índice 480 para o concelho passar a risco moderado e abaixo de 240 para sair das três classificações de risco que implicam medidas adicionais às já aplicadas a todo o país.

Pode gostar também