Coronavírus: Todas as escolas encerradas por 15 dias

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou o encerramento de todas as escolas, ATL e creches, a partir desta sexta-feira, 22 de janeiro, por um período de 15 dias, sem ensino à distância, face à velocidade de transmissão da nova estirpe britânica do vírus que provoca a Covid-19.

Em conferência de imprensa, na tarde desta quinta-feira, 21 de janeiro, após mais uma reunião de conselho de ministros, António Costa anunciou a interrupção das escolas pelo período de 15 dias, sem ensino à distância como aconteceu no último confinamento, que será compensado noutro período de férias.

Relativamente aos pais que têm de ficar em casa com os filhos com idades até aos 12 anos vão ter faltas justificadas ao trabalho e receber um apoio de 66 por cento do vencimento. Contudo, mantêm-se abertas as escolas de acolhimento para crianças até aos 12 anos cujos pais trabalham em serviços essenciais. Para além disso, diz o primeiro-ministro que continuará a ser assegurado o apoio alimentar a todas as crianças que beneficiam da ação social escolar.

O primeiro-ministro anunciou ainda que as lojas do cidadão também passam a estar encerradas e que o atendimento nos serviços públicos se realiza só por marcação. Nos tribunais serão suspensos todos os processos não urgentes.

Pode gostar também