Dê cor à sua alimentação

Aproveite a variedade de alimentos frescos da época e prepare refeições coloridas e saudáveis. Quanto mais cor tiver o prato mais são ficará o corpo

Numa altura do ano fértil, por excelência, no que diz respeito à produção agrícola, é de aproveitar, ao máximo, a variedade de frutas e legumes. Os vários produtos disponíveis, para criar refeições apetitosas à vista e ao palato, distinguem-se pela sua cor, que muito revela sobre os seus nutrientes.

Os pigmentos, que conferem a coloração destes produtos, que podem ir do amarelo ao verde, passando pelo vermelho e roxo, desempenham, frequentemente, papéis importantes na prevenção e na protecção do organismo contra doenças infecciosas. Por isso, e porque cada uma das cores confere um potencial específico aos respectivos alimentos, quanto mais colorida for a refeição mais saudável será. E lembre-se, quem consumir uma grande quantidade de frutos e verduras tem menos probabilidade de contrair doenças do coração e alguns tipos de cancro.

Laranja
O caroteno é a substância que confere a cor aos alimentos amarelos e alaranjados, como a cenoura, manga, laranja, abóbora, pêssego e o damasco. Este pigmento é um potente antioxidante, importante para combater infeções. Os alimentos de cor amarela, ricos em vitaminas B3, ácido clorogénico e betacaroteno atuam ao nível do sistema nervoso, aumentando a vitalidade e melhorando a memória, ajudam a manter uma pele e cabelos saudáveis e beneficiam a visão. São ainda excelentes alimentos para manter um sistema imunitário mais eficaz.

Ler
1 De 43

Vermelho
Também bastante ricos em antioxidantes são os frutos vermelhos, como as amoras, mirtilos, framboesas, morangos, tomate, melancia, cereja. Tão coloridos quanto saudáveis, estes frutos são uma importante defesa no nosso organismo. O licopeno, substância responsável pela cor vermelha, que age como antioxidante, logo é um importante aliado no combate aos radicais livres que danificam as células. Os frutos vermelhos, essenciais no combatem ao envelhecimento da pele e prevenção de derrames vasculares, são ainda ricos em vitamina C. Dentro destes grupo, incluem-se vários frutos silvestres conhecidos pela sua acção fortificante.

Roxo
Uvas, ameixas, figos, beterraba ou couve-roxa são alguns dos alimentos que constituem o grupo de alimentos de cor azulada e arroxeada, rico numa substância (ácido elágico) conhecida por ter uma ação de retardamento do envelhecimento e por neutralizar as substâncias cancerígenas.

Verde
Os alimentos de cor verde como os vegetais folhosos, os brócolos, a alface, o pimentão, a salsa, entre tantas outras ervas, contêm clorofila e vitamina A, substâncias com efeitos desintoxicantes das células; inibidores dos radicais livres; anticancerígenos e protetores do coração. Atuam ainda na proteção do cabelo e pele.

Ainda na categoria dos verdes, alimentos que também fornecem vários minerais, vitaminas C, K e ácido fólico, incluem-se frutos como o abacate, o quivi e a pêra.

Castanho
As fibras e vitaminas do complexo B e E são, principalmente, encontradas nas nozes, aveia, castanhas e cereais integrais. Estes alimentos, castanhos, são vitais no organismo. Melhoram o funcionamento dos intestinos, combatem a ansiedade e a depressão e atuam na prevenção do cancro e de doenças cardiovasculares.

Branco
Os alimentos de cor branca como o leite, queijo, couve-flor, batata, arroz, cogumelo e banana são das melhores fontes de cálcio e de potássio e são fundamentais para o funcionamento do sistema nervoso e dos músculos. Estes minerais são importantes para o funcionamento do organismo, pois contribuem na formação e manutenção dos ossos; ajudam a regular os batimentos cardíacos; e são fundamentais para funcionamento do sistema nervoso e dos músculos.

Pode gostar também