Dia Internacional da Pessoa Idosa celebrado na Casa do Campino

 

O Município de Santarém e o Conselho Local de Ação Social de Santarém (CLASS) associam-se mais uma vez à Comemoração do Dia Internacional da Pessoa Idosa com um “Encontro Interinstitucional e Intergeracional” que vai decorrer na Casa do Campino este sábado, dia 1 de outubro.

O Encontro tem início pelas 10 horas com uma mostra de produtos e partilha das Instituições parceiras.

Às 11 horas decorre uma Apresentação Pública da RLISS (Rede Local de Intervenção Social de Santarém) – Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social. As iniciativas da manhã terminam, pelas 12 horas, com um apontamento musical pelo Conservatório de Música de Santarém.

A tarde tem início, pelas 14h30, com um momento de animação promovido pela APPACDM de Santarém, onde o Coro ao Meu Ritmo interpreta o Musical “CATS”.

O programa da Comemoração do Dia Internacional da Pessoa Idosa termina com duas iniciativas em simultâneo. Pelas 15 horas, vai ter lugar uma conversa acerca do “Envelhecimento Positivo e “Intergeracionalidade”, no espaço central aos claustros, com Joana do Vale e Diana Tavares especialistas em envelhecimento ativo e psicologia positiva, experiência em projetos intergeracionais, e Ana da Silva, professora na Escola Superior de Educação de Santarém, onde também irão participar António Júlio, ator, corporiza um dos mais reconhecidos palhaços da cidade, tendo feito rir várias gerações, Eliseu Raimundo, dirigente Associativo, com experiência na área de intervenção junto das famílias e Margarida Ribeiro de Almeida, médica e terapeuta familiar.

À mesma hora, no piso 1, decorre um “Baile em Família” aberto à comunidade animado pelo Quinteto de Música Tradicional Portuguesa – Cantares D´Outrora.

Este dia foi instituído em 1991 pela (ONU) Organização das Nações Unidas e tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa. A mensagem do dia do idoso é passar mais carinho aos idosos, muitas vezes esquecidos pela sociedade e pela família.

Comentários estão fechados.