Edição de agosto

Vivemos no primeiro dia de agosto, no concelho, um momento que a todos devia orgulhar, pelo empenho e dedicação na causa e, acima de tudo, por se tratar de uma causa solidária, em nome de um jovem de 31 anos – ainda lhe podemos chamar jovem – a quem há quatro anos foi diagnosticada uma doença degenerativa que o lançou para uma cadeira de rodas, com 80 por cento de incapacidade.

André Durões, de Vila Chã de Ourique, era até há poucos anos “um jovem ativo e dinâmico” e a doença tornou-o numa “pessoa totalmente dependente”. Assim descreviam Os Trintões 2021, de Vila Chã de Ourique, quando decidiram dar a conhecer publicamente o caso do amigo, de forma a angariar fundos para encontrar melhores condições de mobilidade no seu dia a dia, nomeadamente uma solução para as suas deslocações de carro que os jovens encontraram depois de várias hipóteses estudadas.

Depois disso, os Trintões – grupo de rapazes e raparigas de Vila Chã de Ourique que no ano em que completam 30 anos asseguram a realização dos festejos em honra do Mártir São Sebastião –, neste caso nascidos no mesmo ano do André, avançaram para um evento solidário que aconteceu no recinto das festas de Vila Chã de Ourique, com provas de manobras de carros, muita música e comes e bebes. Um evento que juntou, de forma solidária, jovens e menos jovens, artistas, técnicos, muita gente, de Vila Chã de Ourique e do concelho, para proporcionar uma vida melhor a quem, de repente, perdeu quase toda a sua autonomia, numa fase tão jovem da vida.

É sempre de enaltecer quem não fica indiferente a casos como o do André e com este exemplo fica a esperança de que haja mais jovens com a alma e a garra dos Trintões 2021, por um mundo melhor.


Saiba aqui como receber a edição impressa do Jornal de Cá. Já nas bancas do concelho do Cartaxo

Pode gostar também