Edição de julho

Aproximam-se as eleições autárquicas, ainda sem data marcada, mas previstas para fins de setembro, princípios de outubro. No Cartaxo, os primeiros candidatos já foram apresentados, com o PSD a chegar-se à frente e a anunciar, com alguma regularidade, os nomes dos cabeças de lista, e não só, aos diferentes órgãos autárquicos do concelho, desde o passado mês de abril, quando avançou com o número um à Câmara Municipal, João Heitor. Em finais de maio, Paulo Neves surgia como candidato à Assembleia Municipal.

Só a 15 de junho Pedro Ribeiro anunciava a sua recandidatura à presidência da Câmara, já depois do PS ter avançado com o nome de Jorge Tavares para presidente da Assembleia Municipal. Esta é a terceira candidatura de Pedro Ribeiro e a última deste ciclo eleitoral. Em 2013, Pedro Ribeiro venceu as eleições autárquicas com maioria relativa. Em 2017, recandidatou-se e desta vez venceu com maioria absoluta.

Há quatro anos tinha o partido com ele e foi indigitado por unanimidade e aclamação pela comissão política do PS Cartaxo. Em início de 2017, o PS Cartaxo estava a apresentar praticamente todos os cabeça de lista às autárquicas.

Quatro anos depois nota-se que o sentimento já não é o mesmo, o partido parece já não estar mobilizado em redor do seu candidato e prova disso é que desta vez além de tardar a anunciar a candidatura esta não foi aprovada por unanimidade e aclamação, pelo contrário teve abstenções e até votos contra.

A CDU também já deu a conhecer os seus candidatos, com Orlando Casqueiro a recandidatar-se à Câmara e José Barreto à Assembleia.

Do Bloco de Esquerda ainda não há novidades, nem mesmo do MIP, ambos com assento na Assembleia Municipal do Cartaxo. Porém, há um novo partido na corrida às eleições deste ano, o Chega, que apresentou, em maio, os candidatos à Assembleia e à Câmara Municipal, Miguel Ribeiro e Duarte Coelho, respetivamente.

Ler
1 De 3

Tal com temos vindo a fazer nos últimos meses, nesta edição damos-lhe a conhecer os mais recentes nomes que figuram nas listas candidatas no nosso concelho, com a certeza de que o nosso leitor ficará melhor informado para depois poder fazer uma melhor escolha.


Saiba aqui como receber a edição impressa do Jornal de Cá. Já nas bancas do concelho do Cartaxo

Pode gostar também