Eduardo Cabrita veio ao Cartaxo entregar 41 viaturas à GNR

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, esteve esta tarde no Cartaxo para entregar as chaves de 41 novas viaturas à GNR.

As viaturas serão distribuídas pelos comandos territoriais nacionais, sendo que o Comando de Santarém vai receber duas viaturas, uma de patrulhamento urbano e outra descaracterizada, destinada à investigação criminal.

Ao Jornal de Cá, Eduardo Cabrita explicou que as viaturas “são afetas pelos comandos territoriais às áreas em que forem mais necessárias”, realçando que, “das 507 entregues desde 2018, 28 foram já para o comando de Santarém. Temos hoje mais duas para este comando”. Assim, a gestão é feita dentro pelo comando territorial, “que poderá geri-las dentro das várias unidades que o integram”.

Durante a cerimónia, o Comandante-Geral da GNR, Tenente-General Luís Botelho Miguel, recordou a ligação antiga do Cartaxo à GNR, “desde o dia 24 de abril de 1920, praticamente um século de permanência neste concelho, através do posto territorial do Cartaxo, à data, na chamada Casa da Torre”, salientando que “o ato público que hoje aqui partilhamos com a comunidade local integra-se num programa alargado de renovação da frota automóvel colocada à disposição da Guarda”.

A atribuição destas 41 viaturas é fruto da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança do Ministério da Administração Interna, destinado “a potenciar a capacidade operacional, sobretudo, no vetor da mobilidade”, acrescentou.

Mais artigos
1 De 746

Eduardo Cabrita destacou que “hoje, é a última manifestação de 2019 do impacto profundo que na Guarda Nacional Republicana tem a concretização da Lei de Programação de Investimentos em Equipamentos e Infraestruturas das Forças e Serviços de Segurança. Com estas 41 viaturas, atingimos aquilo que é o limiar superior a 500 viaturas que entre 2018 e 2019 foi possível atribuir à GNR”.

A Lei de Programação de Investimentos em Equipamentos e Infraestruturas das Forças e Serviços de Segurança tem inscritos, de 2018 a 2021, 400 milhões de euros.

Pode gostar também
Comentários
Loading...