Equipas e atletas reconhecidos na Gala do SL Cartaxo

 

O Mercado Municipal encheu no passado domingo (26) com famílias e amigos dos jogadores do Sport Lisboa e Cartaxo, que foram agraciados, em mais um fecho de época futebolística, numa gala descontraída e cheia de emoção.

[acx_slideshow name=”Gala SLC 16″]

 

Depois de um almoço convívio entre atletas, pais, familiares e amigos, foi altura da entrega de diplomas e medalhas aos jogadores, que contou com momentos musicais com Nuno Costa, Maria Beatriz e Joana Almeida. Todos estiveram de parabéns, mas foram os juvenis da equipa B a levantar a taça pela vitória no Campeonato Distrital da segunda divisão, sendo estes atletas reconhecidos com uma faixa de campeão, colocada pelos respetivos pais.

Todos os jogadores e técnicos foram agraciados, sendo ainda distinguidos, a partir do escalão de sub-10, em cada equipa, os jogadores que se destacaram (pela tática, valores, atitudes, comportamento, assiduidade e pontualidade, entre outros), mas também os melhores alunos de cada equipa, a partir do escalão de sub-11.

No final da gala, com apresentação de Rolando Ferreira, da comissão administrativa do clube, falou Paulo Magro, presidente da comissão administrativa do Sport Lisboa e Cartaxo, que agradeceu aos patrocinadores e à Câmara Municipal pela cedência do Estádio Municipal e do autocarro para as deslocações dos atletas de futebol de 11, para além da cedência de um terreno e de uma sede, a título de empréstimo, assim como à Junta de Freguesia pela ajuda financeira que deu, nomeadamente para as faixas de campeões. Agradeceu ainda aos pais dos atletas pelo apoio prestado ao longo da época. Aos atletas agradeceu e reconheceu o esforço e dedicação, pedindo a sua continuação no ano que vem, numa altura em que, segundo o responsável “temos a possibilidade de avançar para um novo terreno, ainda por terraplanar, que não estará pronto no início da próxima época, mas esperemos que possa ainda acontecer durante essa época”. Paulo Magro pediu, por isso, ajuda e paciência “aos pais mais insatisfeitos com as idas para o campo de Vila Nova de São Pedro, pois sem o apoio dos pais é impossível continuarem”.

Também presentes nesta gala estiveram o presidente da União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, Délio Pereira, e o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro, que deixou, em nome do Município, “uma palavra de gratidão na pessoa do professor Paulo Magro, mas também de todos os restantes envolvidos no Sport Lisboa e Cartaxo”, isto porque, “como é do conhecimento público, o Sport Lisboa e Cartaxo tem passado por um período bastante complexo, mas independentemente disso fomos traçando um caminho paralelo para encontrar alternativas, com uma participação muito ativa do presidente da União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta”, mas “sabemos que não é com um estalar de dedos que tudo acontece”. Pedro Ribeiro sublinhou ainda a importância dos pais de levarem os filhos para um desporto coletivo, “que dá um conjunto de valores e princípios que será importante na sua vida adulta. É um ensinamento para a vida.”

Começaram por ser agraciadas as equipas de Sub-7 e Sub-8, seguindo-se a equipa de sub-10, com Guilherme Lavrador a destacar-se como melhor jogador. Na equipa de sub-11, destacaram-se Gonçalo Matos, como o melhor aluno e Pedro Rosa foi o melhor jogador. Nos Infantis C, Bruno Ferreira foi o melhor aluno da equipa, sendo João Pereira destacado como melhor jogador; nos Infantis B, Jaime Silva foi o melhor aluno, destacando-se como melhor jogador José Maltez; nos Infantis A, João Gaspar destacou-se como o melhor aluno, sendo ainda reconhecido como o melhor jogador da equipa. Na equipa de Iniciados B, o melhor aluno foi Manuel Varela, e o melhor jogador foi Filipe Nogueira. Nos Iniciados A, “que foram os melhores entre as melhores equipas do Campeonato Nacional”, Tomás Silva destacou-se como melhor jogador e o melhor aluno da equipa. Nos Juvenis B, campeões distritais, Ricardo Ferreira foi o melhor aluno e Márcio Tomás o melhor jogador. Nos Juvenis A, o jogador revelação foi Miguel Ângelo e nos Juniores, que ficaram a três pontos da subida para o nacional, o jogador revelação foi Gonçalo Benavente. Nestas duas últimas equipas, o prémio de melhor aluno será entregue posteriormente, pois ainda há resultados de exames escolares por apurar.


 

Comentários estão fechados.