Estará na altura de atender o telefone à noção?

3.176

Por Beatriz Tacão

No passado dia 7 de janeiro, estreou na SIC “O programa da Cristina”, onde Cristina Ferreira, apresentadora do mesmo, e até os espectadores, foi surpreendida por uma “interrupção” como lhe chamaram, do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, aquando de congratular a apresentadora pelo seu trabalho exímio e desejar-lhe boa sorte para o seu novo projeto. A importância dada, pela minha pessoa, a este acontecimento dramático: nula. Qual o meu espanto, todavia, com tudo a acontecer em Portugal e no mundo, ao abrir as minhas redes sociais, observar um bombardeamento de críticas, invejas, condenações, juízos de valor, maledicências e pareceres (quase que jurídicos) acerca deste telefonema que revoltou a população portuguesa. Tais avaliações fazem-me questionar o estado de foco que a nossa população tem nos acontecimentos a ocorrer no mundo e no nosso país e o tipo de prioridades que estabelecem e defendem na vida.

No dia 15 de janeiro, divulgou a Europol, 20 pessoas foram detidas (3 em Portugal e 17 na Bélgica), alegadamente pertencentes a um grupo de crime organizado que pagava a mulheres portuguesas para casarem com homens paquistaneses, cujo objetivo era a obtenção de vistos de residência e de prestações sociais para homens. Nível de atenção dada pela população portuguesa a esta notícia: pouca; a dívida pública bruta voltou a fixar um aumento avultado de 400 milhões de euros relativamente ao valor que existia no final de outubro. Relata um artigo no Observador que: “Trata-se de um novo máximo histórico para a dívida total do Estado Português…”. Nível de atenção dado pela população portuguesa: muito pouca; no passado dia 3 de janeiro, o líder da Nova Ordem Social, Mário Machado, esteve no “Você na TV” onde lhe foi dado palco para divulgar os seus ideais racistas, xenófobos, homofóbicos, discriminatórios, fascistas e absurdamente antidemocráticos. Nível de atenção dada pela população portuguesa: média; no dia 15 de janeiro foi denunciado um roubo de material hospitalar no valor de 300 mil euros ao Hospital Egas Moniz, vendo-se este obrigado a reagendar uma série de exames e estando dezenas de pessoas a serem prejudicadas. Nível de atenção dada pela população portuguesa: muito pouca; no dia 16 de janeiro, Muhammed Najem, jovem sírio de 16 anos, usou o seu telemóvel para registar a brutalidade e violência do conflito no seu país, querendo agora asilo de Portugal. Nível de atenção dada pela população portuguesa: muito pouca; atualmente há 5,25 biliões de partículas de plástico espalhadas nos oceanos, estimando-se que em 2050 haverá mais plástico nos oceanos do que peixe. Nível de preocupação da população portuguesa: muito, muito pouca.

Com isto, podemos reparar que a nossa grande preocupação é com o facto de o Professor Marcelo não nos ter ligado ainda: calamidade! Assim, pergunto a todos os que aqui se encontram a ler esta pequena ressalva à realidade que nos rodeia: Não estará na altura de atender o telefone à noção?

Pode gostar também
Comentários
Loading...