Estudante universitária do Cartaxo na final do FameLab

Andreia Maia apresentou experiência que mostra o porquê da dependência dos cigarros

Andreia Maia, do Cartaxo, aluna do Mestrado em Biologia Molecular e Genética da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, esteve na final nacional do Famelab, no passado dia 14 de Maio, no Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva, em Lisboa.

A jovem cientista do Cartaxo levou à final do FameLab (Concurso Internacional de Comunicação de Ciência) uma experiência com vários químicos que encontramos no nosso dia-a-dia, para mostrar a composição de um cigarro e a razão deste provocar dependência.

Doze candidatos disputaram a final nacional do Famelab perante o público e o júri, composto por Carlos Fiolhais (Universidade de Coimbra), Carlos Catalão (Ciência Viva), Jonathan Howard (Instituto Gulbenkian de Ciência) e Ana Armada-Moreira (vencedora da edição 2016).

O vencedor da final nacional foi David Bidarra, que disputará a final internacional no Cheltenham Festival, Reino Unido, de 6 a 11 de Junho.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.