Feira dos Santos está maior e mais ribatejana

Cartaxo, 27/10/2016 - Inauguracao Feira dos Santos ( Vitor Neno / Neno Photo )

 

Foi inaugurada na tarde de quinta-feira, dia 27, mais uma edição da Feira de Todos os Santos e da ExpoCartaxo, com a presença do secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, que congratulou a Câmara do Cartaxo pela nova dinâmica que trouxe a esta feira tão tradicional.

[acx_slideshow name=”Feira dos Santos 2016″]

Foi num pavilhão ampliado, que acolhe várias dezenas de empresas (com as restantes numa tenda na lateral exterior ao recinto) e um picadeiro, em honra ao cavalo, que aconteceu a cerimónia solene de inauguração de mais uma Feira dos Santos e ExpoCartaxo, onde marcaram presença, a convite da autarquia, o secretário de Estado das Autarquias, Carlos Miguel, o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, o presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz e da Rede Europeia das Cidades do Vinho, José Calixto, entre outros.

Num espaço diferente dos anos anteriores, o presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Ribeiro, falou da decisão tomada, no ano passado, pela Câmara Municipal em relação a este evento: “ter um papel muito mais ativo neste certame, para que ele voltasse a ser das empresas e serviços do nosso concelho” e “este ano é com orgulho, e tendo como primordial o sector agroalimentar, que temos uma feira de grande dimensão, a maior dos últimos anos, em que temos 110 empresas e cerca de 200 feirantes, que escolheram este certame para mostrar o melhor que se faz na nossa terra”.

Pedro Ribeiro promete “daqui a dois três anos ter este espaço mais qualificado com possibilidade de ter uma oferta mais qualificada para aqueles que nos visitam e acolher melhor aqueles que persistem e continuam a investir neste certame”.

Mais artigos
1 De 1.186

O presidente da Entidade Regional de Turismo, Seia da Silva, por sua vez, falou da importância do desenvolvimento da identidade das regiões e da sua associação ao turismo, por ser “cada vez mais difícil superar as expetativas dos turistas”, que procuram “destinos com forte identidade e com forte valorização das suas raízes”. Seia da Silva é o grande responsável pela candidatura do Fandango a Património Imaterial da Humanidade, estando a trabalhar nesse processo com a autarquia.

Nesse sentido, o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel encerrou os discursos, lembrando que hoje em dia o papel das câmaras municipais já não se limita às obras, ao saneamento, aos alcatroamentos e à iluminação pública, “se o nosso concelho não for atrativo, torna-se desinteressante e com isso perde competitividade”. Para o secretário de Estado, e ex-autarca, “aquilo que representa uma feira, e para mais uma feira com esta, é mostrar aquilo que se faz no concelho e também convida ao negócio, atraindo mais empresas e atrair mais empresas é atrair mais emprego, atrair mais pessoas. E são as pessoas que fazem a comunidade”

Se ainda não visitou a Feira dos Santos e a ExpoCartaxo poderá ainda fazê-lo até à próxima quarta-feira, dia 2 de novembro. Veja aqui todo o programa.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.