Feira dos Santos termina com balanço positivo

Foi um fim de semana em cheio para a cidade do Cartaxo, com o regresso, tão aguardado por muitos, da tradicional Feira de Todos os Santos, a que se juntou, mais uma vez, a ExpoCartaxo, num espaço convidativo e agradável, que deixou muito boas impressões a expositores e visitantes, contrariamente ao que tinha acontecido na edição de 2018, em que os expositores foram remetidos para uma tenda e o Pavilhão de Exposições ocupado com um picadeiro.

A edição de 2019 abriu portas na quinta-feira, véspera de feriado, com a animação dos primeiros momentos a cargo do grupo de música popular Chãs de Ourique, do Centro Social Ouriquense.

Após o primeiro aprontamento musical, foi tempo da abertura oficial do certame, que contou com a presença de uma comitiva da cidade romena de Pucioasa, cidade geminada com o Cartaxo desde 1998 . Na ocasião, o presidente da Assembleia Municipal, Augusto Parreira, destacou a importância do momento de início da Feira de Todos os Santos para toda a comunidade do concelho do Cartaxo, sendo “provavelmente, na nossa memória coletiva, a data mais importante a assinalar”.

O presidente da Câmara Municipal, Pedro Ribeiro, reforçou, no seu discurso, o papel e o trabalho de todos os funcionários que “diariamente trabalham e dão o melhor de si pelo Cartaxo – tudo o que podem ver aqui foi feito com a prata da casa” e anunciou, também, para 2020, a realização da Feira do Futuro. Uma feira que vem dar resposta às necessidades que o autarca diz sentir por parte dos empreendedores locais , “uma grande vontade de continuar a investir na nossa terra, mas que esbarra na falta de recursos humanos especializados”.

Neste primeiro dia, a abrir a animação noturna, houve uma Festa de Halloween que divertiu pequenos e graúdos, destaque para os mortos vivos da Área de Serviço com as suas máscaras assustadoras.

Feira dos Santos 2019

A Feira de Todos os Santos, uma das mais antigas feiras tradicionais do País, está a decorrer no Cartaxo. Se ainda não foi à Feira aproveite o dia de hoje pois termina este domingo. Hoje à tarde, faz-se silêncio para ouvir o Fado de Hugo Faustino, no espaço das tasquinhas no Pavilhão Municipal de Exposições, a não perder! #JornaldeCa

Publicado por Jornal de Cá em Domingo, 3 de novembro de 2019
Mais artigos
1 De 438

A tradicional feira franca prolongou-se até domingo, dia 3 de novembro. O cheirinho das castanhas misturava-se com o da fruta da época e das farturas, os pregões confundiam-se e o sol lá ia espreitando, permitindo às centenas de visitantes que todos os dias visitavam a feira ir espreitando o que havia nas bancas.

Lá dentro, no Pavilhão Municipal de Exposições, todos iam estando atarefados: os expositores empresariais iam dando explicações sobre os seus produtos, os produtores de vinhos lá davam os seus néctares a provar, mas a grande inovação – e sucesso – foi o espaço destinado ao showcooking, logo à entrada do pavilhão coberto. Este espaço foi, este ano, ‘ocupado’ pelas freguesias, que fizeram dela a sua ‘casa’, para dar a conhecer e a provar as suas melhores iguarias. Doce d’arrobe, misturadas com bacalhau e caspiada, açorda de sável, rosetas, arroz de cabidela, molhona ou broas fizeram as delícias de muitos que optaram por passar um bocadinho da sua tarde a apreciar boa comida.

Mostra de Fandango Ribatejano

Mostra de Fandangos Ribatejanos leva onze ranchos folclóricos ao Pavilhão Municipal de Exposições, no dia 1 de novembro. Uma noite que honrou as tradições etnográficas do Cartaxo e da região. Todos os ranchos folclóricos do concelho do Cartaxo estiveram presentes neste grande espetáculo que trouxe o Fandango à Feira de Todos os Santos #JornaldeCa

Publicado por Jornal de Cá em Sábado, 2 de novembro de 2019

Pelo palco passaram DJ’s, os PSX, grupos de música popular e, na noite de sexta-feira, uma Mostra de Fandango, que reuniu todos os grupos folclóricos do concelho do Cartaxo e alguns de concelhos vizinhos, no âmbito do projeto de candidatura do Fandango a Património Imaterial da Humanidade junto da UNESCO. E que sucesso foi esta Mostra, com o Pavilhão Municipal de Exposições a ‘rebentar pelas costuras’ para apreciar esta manifestação da cultura nacional, que o Ribatejo soube fazer sua!

Destaque, ainda, para o espetáculo de encerramento desta edição da Feira dos Santos e ExpoCartaxo, com o fado de Hugo Faustino. Apesar de a temperatura não ser nada agradável, e de, no dia seguinte, ser dia de trabalho, ninguém arredou pé até ao final. Como disse Hugo Faustino por diversas vezes ao longo do espetáculo, parecia uma casa de fados, tal a envolvência criada entre fadista, músicos e assistência…

Pode gostar também
Comentários
Loading...