Formação do SL Cartaxo treina em Vale da Pinta

A nova direção do Sport Lisboa e Cartaxo, liderada por João Neves,
assinou um protocolo com a União Desportiva e Recreativa de Vale da
Pinta que vai permitir a utilização do campo Francisco da Costa Marques
Parente, situado em Vale da Pinta, por parte dos escalões de formação do
clube a partir da próxima temporada.

Com este acordo está, assim, resolvido um dos grandes obstáculos e
desafios que a recém-eleita direção tinha pela frente, que passava por
encontrar um campo de apoio para os jogos das equipas de formação do SL
Cartaxo.

“Com este protocolo o primeiro objetivo desta direção foi realizado”,
começa por dizer João Neves. “Conseguimos um campo de apoio, que vai
levar um relvado sintético, e assim os nossos atletas já conseguirão ter
mais algumas condições para treinar. Estamos muitos felizes e todos os
intervenientes neste projeto estão de parabéns”, frisou o líder do Sport
Lisboa e Cartaxo.

Depois da assinatura do protocolo, o próximo passo será transferir o
relvado sintético que está instalado no antigo Campo das Pratas, e que
pertence ao clube, no campo Francisco da Costa Marques Parente. Uma
operação que deverá ter início a breve prazo.

João Neves deixa ainda uma palavra de gratidão para a forma como todo o
processo foi conduzido com a UDR Vale da Pinta. “Quero também agradecer
à direção do União Desportiva e Recreativa de Vale da Pinta pela
abertura de diálogo e pelo espírito de entreajuda que demonstrou. O
caminho faz-se caminhando e tenho a certeza que com este protocolo vem
aí um novo ciclo positivo para o Sport Lisboa e Cartaxo”, garante.

Lembramos que a edição de julho do Jornal de Cá, atualmente em banca, traz uma entrevista a João Neves e Gonçalo Gaspar (presidente da Assembleia-geral do SLC), onde ambos falam dos projetos que esta nova direção tem para o clube.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.