Freguesia de Valada acolhe Cruzeiro Ibérico do Tejo

O Cruzeiro Ibérico do Tejo passa em junho pelo concelho do Cartaxo, atracando em Porto de Muge no domingo, dia 12, e seguindo viagem esta quinta-feira, 16 de maio, quando passa por Valada e pela Palhota, rio abaixo. De acordo com a Paróquia de Valada, a despedida da imagem de Nossa Senhora dos Avieiros de Porto de Muge acontece pelas 14h.

Depois de dois anos sem descer o rio, devido à pandemia, o II Cruzeiro Ibérico do Tejo/ VIII Cruzeiro Religioso e Cultural do Tejo parte, no dia 4 de junho, de Rosmaninhal (Portugal) e Santiago de Alcántara (Espanha) e termina em Oeiras, a 19 de junho. Ao longo de cerca de duas semanas, as embarcações descem o rio Tejo, passando por nove etapas, de 4 a 19 de junho, com o objetivo de “reforçar a identidade das comunidades, aproximando-as através da partilha cultural e religiosa”.

O concelho do Cartaxo recebe o cruzeiro a partir do dia 12 de junho. Espera-se que as embarcações cheguem a Porto de Muge pela hora de almoço e por aí vão permanecer até dia 16, quando volta a seguir viagem, passando por Valada, Palhota e fazendo novas paragens em Azambuja, Póvoa de Santa Iria e Lisboa, até chegar no dia 19 a Oeiras, finalizando aí a viagem.

Este é um evento cultural e religioso, no qual também embarca a imagem de Nossa Senhora dos Avieiros, e que pretende “aproximar as comunidades do rio Tejo para usufruírem da sua riqueza”, assim como “transformar as comunidades ribeirinhas em elementos divulgadores das enormes potencialidades do rio na área do Turismo Sustentável e das culturas a ele associadas”.

Pode gostar também