Glossário de vinhos

De A a Z, apresentamos um glossários de vinhos, para que fique a conhecer um pouco melhor os termos do mundo dos vinhos

 

Acidez
Característica essencial dos vinhos que contribui para o seu sabor, frescura e capacidade de conservação, a acidez provoca uma sensação de frescor agradável, motivada pelos ácidos do vinho (cítrico, tartárico, málico, lático, succínico) e que resulta em salivação.

Adstringente
Quando o vinho transmite uma sensação de amargo resultante dos taninos. Efeito seco e encortiçado nas gengivas provocado pelos taninos.

Alvarinho
Casta branca da região dos vinhos verdes, que se dá em boas condições na sub-região de Monção/Melgaço. É uma casta muito nobre, de grande teor alcoólico, menos ácida que as restantes castas brancas da região minhota.

Arinto
Casta branca da região de Bucelas que molda os seus vinhos. Com boa acidez natural, está disseminada por várias regiões vitivinícolas portuguesas. O Arinto do Dão é diferente.

Aromático
Diz-se de um vinho muito perfumado. Aplica-se a vinhos feitos de castas com aroma muito distinto, especialmente quando jovens, por exemplo, Sauvignon Blanc, Gewurztraminer e Muscat. Termo útil para distinguir as impressões da fruta na boca das que se obtêm pelo cheiro, especialmente no palato-médio e no fim de vinhos bons.

Mais artigos
1 De 276

Aveludado
Termo que se utiliza para definir um vinho nobre, delicado e macio na boca. Sabor rico, textura sumptuosa.

Buquê
(do francês bouquet) – aroma complexo, também denominado aroma terceário, resultante do envelhecimento.

Carácter
Personalidade ou singularidade dum vinho que nos produz boa impressão.

Casta
Características comuns de um conjunto de videiras, provenientes de uma ou de várias plantas morfologicamente semelhantes, existindo castas autorizadas e recomendadas nas regiões demarcadas. A mesma casta em solos e climas diferentes origina vinhos diferenciados, embora algumas componentes aromáticas próprias da casta se mantenham.

Completo
Quando um vinho é rico, equilibrado, harmonioso.

Corpo
Sensação tátil do vinho à boca, que lhe dá peso (sensação de “boca cheia”) e resulta do seu alto teor de extrato seco.

D.O.C.
Denominação de Origem Controlada.

Decantação/ Decantar
Operação de passar o vinho da garrafa onde se encontrava para outro recipiente de vidro (garrafa ‘decanter’) para o separar do depósito. Também se pode decantar o vinho para arejá-lo. Quer os vinhos brancos tranquilos quer os vinhos tintos beneficiam com a decantação que deve ser feita no momento de servir.

Frutado
Diz-se do vinho que exibe um aroma fresco de uvas (e por vezes de outras frutas); as castas utilizadas desempenham um papel decisivo nesta característica.

Nobre
Diz-se de uma cepa capaz de dar vinhos de grande qualidade, que tem demonstrado prestígio nacional ou internacional. Muitas destas cepas nobres são internacionais e aclimataram-se em diferentes regiões, como a Cabernet Sauvignon, a Chardonnay, a Riesling, a Moscatel, a Grenache, Tempranillo ou a Pinot Noir. Em Portugal podemos considerar como castas nobres, entre outras, as tintas Touriga Nacional, Periquita, Trincadeira Preta, Tinta Roriz/Aragonês (Tempranillo) e as brancas Alvarinho e Arinto.

Prova cega
Designa uma prova de vinhos, em que o provador tenta identificar e avaliar vinhos cuja proveniência desconhece, já que as garrafas se encontram tapadas. É um tipo de prova corrente quando se provam vários vinhos de uma mesma região e de produtores diferentes.

Vinoteca
Lugar (adega, reserva, móvel) em que se conservam os vinhos; onde se coleccionam, por vezes, as garrafas muito antigas ou raras.

Vintage
No geral, a colheita de um determinado ano. No entanto, no que respeita ao Vinho do Porto trata-se de uma categoria especial, corresponde ao topo de gama.

É um vinho retinto, de muito boa qualidade, proveniente de uma só colheita e engarrafado entre o segundo e terceiro anos após a vindima. Contrariamente ao Tawny, o Vintage envelhece em garrafa.

VQPRD
Vinho de Qualidade Produzido em Região Determinada. Esta designação é atribuída a vinhos que têm direito a Denominação de origem (DOC) e que foram aprovados pela Comissão Vitivinícola Regional.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.