Guidelines Internacionais em debate no Cartaxo

Bombeiros Municipais Cartaxo - Guidelines Internacionais de ressuscitação

 

Mais de 200 profissionais ligados à emergência médica pré-hospitalar, estiveram reunidos no Cartaxo, na manhã do dia 23 de janeiro, para participarem no seminário organizado pelos Bombeiros Municipais do Cartaxo, que marcou o início das Comemorações do 80.º Aniversário da corporação.

 

[acx_slideshow name=”Guidelines”]

 

As Novas Guidelines da Ressuscitação do European Resuscitation Council – 2015 (Guidelines ERC), foram apresentadas por Lara Madeira, médica no Hospital de Santarém e na Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) com base naquele hospital, que apresentou “O que há de novo no algoritmo do Suporte Avançado de Vida (SAV) na paragem cardiorrespiratória”; e por Jorge Fernandes, coordenador da Área de Emergência Pré-hospitalar da Escola Nacional de Bombeiros, com o tema “Suporte Básico de Vida… que novidades?”.

Lara Madeira destacou a ação dos bombeiros como “de extrema importância na emergência pré-hospitalar”, referindo que “são os bombeiros que vão ao encontro das pessoas, a VMER apenas intervém em situações específicas, nas quais há efetiva necessidade de outro tipo de intervenção”.

Também Jorge Fernandes, para além da descrição e análise de diferentes aspetos das Guidelines ERC, reforçou a necessidade de “treino contínuo dos técnicos que fazem parte das equipas de emergência pré-hospitalar”, lembrando que “quanto mais precoce a intervenção, maior é a possibilidade de sobrevivência do indivíduo”, pelo que a “cadeia de sobrevivência, que começa com a chamada para o 112, não deve, nem pode, ser menosprezada”, afirmou.

Mais artigos
1 De 944

Pedro Ribeiro, presidente da Câmara Municipal, realçou que o maior desafio que as corporações de bombeiros municipais enfrentam “é conseguirem ultrapassar as barreiras que a legislação atual coloca à sua manutenção, criando assimetrias”, entre estes e outro tipo de corporações, no que respeita “quer ao modelo de financiamento, quer ao modelo de constituição do seu quadro de efetivos”, referindo ser “urgente, por parte da administração central, olhar para os bombeiros municipais de acordo com o valor do seu trabalho, em prol da comunidade, na defesa de pessoas e bens e na garantia de segurança – o que nos permite desenvolver e crescer enquanto comunidade”.

David Lobato, comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, no encerramento dos trabalhos, salientou que “os temas debatidos foram muito além do que tínhamos programado”, o que, para o comandante, “mostra que estes encontros são de facto um espaço de aprendizagem e podem, também, contribuir para melhores e mais eficazes relações entre todos os profissionais, quando atuam no terreno, com ganhos para a população”.

Durante o ano de 2016, a corporação vai organizar um conjunto de eventos para assinalar os 80 anos de serviços prestados à população que, entre outros objetivos, visa promover a ligação dos Bombeiros Municipais à comunidade.


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.