Já começou a escola

 

Para muitos, o dia 14 de setembro de 2016 foi, como canta Sérgio Godinho, “o primeiro dia do resto das suas vidas”, já que pela primeira vez colocaram os pés dentro de um estabelecimento de ensino.

 

[acx_slideshow name=”Abertura Ano Letivo 2016″]

 

O Agrupamento Marcelino Mesquita do Cartaxo deu hoje o pontapé de saída no ano letivo 2016/2017, com as receções aos diferentes níveis de ensino a decorrerem a horas diferentes.

Assim, logo pela manhã, foi a vez de professores e auxiliares receberem de braços abertos os meninos do Jardim de Infância de Vila Chã de Ourique, o único do Agrupamento, os meninos das escolas de 1º Ciclo, 6º, 7º e alguns 8º e 9º anos, 10º, 11º e 12º.

A alegria estava estampada no rosto dos miúdos. Afinal, era finalmente tempo de rever “velhos” amigos, que não viam desde junho. Bronzeados, a maioria deles, perguntavam uns aos outros pelas férias, se já tinham todos os manuais, reparavam como estavam giros e bem vestidos. Era o reencontro em espaços que, para muitos deles, já não são novos.

Os que chegaram pela primeira vez absorviam tudo como esponjas. Na José Tagarro, por exemplo, mesmo os que já tinham frequentado a escola no ano anterior foram surpreendidos pela muita cor que cobre o recreio, em pinturas e frases pintadas nas paredes, pelo pequeno espaço ajardinado pela Associação de Pais e funcionários da escola e por novos assistentes operacionais.

À tarde, foi a vez da receção aos alunos do 5º ano, e aos restantes 8º e 9º anos.

Na escola-sede do Agrupamento, a Marcelino Mesquita, os alunos foram recebidos pelo diretor, Jorge Tavares, que aproveitou para lhes explicar algumas regras para o bom funcionamento da escola. Depois, alunos e encarregados de educação reuniram com os diretores de turma e aproveitaram para conhecer a escola, guiados por professores e por alunos mais velhos. Na Biblioteca José Luís Peixoto, por exemplo, ficaram a saber que existem espaços adequados para conversar e onde podem utilizar os telemóveis, o espaço dedicado à leitura e tiveram oportunidade de participar na atividade promovida neste espaço, que constou de um conto e música.

Na Escola secundária, alunos e encarregados de educação foram recebidos pelo sub-diretor, pela coordenadora da Escola Secundária, pela responsável dos serviços administrativos e pelo responsável pelo pessoal auxiliar, que deram alguns conselhos para o bom funcionamento do ano letivo, bem como algumas explicações.

O sub-diretor, António Pinto, explicou por que razão os alunos do 9º ano do Agrupamento vão para a Secundária. Segundo disse, é para evitar duas mudanças drásticas ao mesmo tempo. Assim, o 9º ano serve para a adaptação dos alunos a um novo espaço, o que vai permitir que a pressão para obter boas notas a partir do 10º ano seja um pouco menos penosa.

Após esta primeira receção, alunos e encarregados de educação reuniram com os respetivos diretores de turma, que terminaram este primeiro dia de escola com uma visita guiada à escola, sobretudo tendo em atenção que muitos destes alunos vão frequentar esta escola pela primeira vez.


 

Comentários estão fechados.