Já saiu a edição de agosto do Jornal de Cá

 

O mês de julho revelou-se uma dor de cabeça para uma boa franja da população do concelho com a notícia de que o Jardim de Infância do Cartaxo, em dificuldades financeiras, despedia dez funcionárias. Isto implica uma reestruturação repentina dos serviços da Instituição que abalou toda a comunidade. O Jornal de Cá tem vindo a acompanhar o caso, desde o momento em que os encarregados de educação tiveram conhecimento da situação, e dá-lhe conta de tudo, depois de contactar vários pais, assim como o presidente da Instituição, Dário Nogueira.

Jornal_Ca_23Em entrevista, temos José Barreto, atual dirigente do Partido Comunista Português no concelho do Cartaxo. Um comunista convicto, nascido em Ponte de Sor, que veio para o concelho ainda jovem e por cá ficou, onde se fez militante do PCP, já no final dos anos 90. Fala-nos, essencialmente, da perda do vereador na Câmara Municipal, que assume como falha da concelhia que dirige, mas não deixa de apontar o dedo ao Partido Socialista pela situação do Cartaxo. Por questões de espaço, não conseguimos dar aqui informação sobre a Festa do Avante, que se realiza em setembro na Amora/ Seixal, e para a qual o PCP Cartaxo organiza uma excursão, mas damos-lhe conta disso mesmo na Internet, em www.jornaldeca.pt.

Por falar em festa, aproximam-se as festividades de Valada e de Vale da Pinta. Nesta edição, falámos com os responsáveis Rogério Mendonça e Délio Pereira, respetivamente, para lhe dar todos os pormenores sobre estes festejos anuais.

Em setembro, Valada recebe mais uma edição do Reverence Festival, já uma referência a nível nacional e internacional. Quisemos saber tudo sobre este evento e entrevistámos, Nick Allport, o responsável por esta iniciativa que, de há três anos para cá, traz a Valada milhares de forasteiros e que envolve dezenas de locais.

De sublinhar a carta que recebemos de um leitor indignado com o mau estado da cidade. Decidimos pegar nas queixas deste leitor que são, no fundo, as queixas que ouvimos diariamente de muitos outros cidadãos e questionámos o presidente da Câmara, Pedro Ribeiro, sobre as mesmas.


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.