Joana Azenheira é a nova Rainha das Vindimas de Portugal

Joana Azenheira, representante do concelho do Cartaxo, foi coroada este sábado, em Alenquer

Joana Azenheira, representante do concelho do Cartaxo, foi coroada, já na madrugada de domingo, Rainha das Vindimas de Portugal, numa gala que decorreu no Pavilhão Municipal de Alenquer.

A gala, promovida pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), teve a concurso 15 jovens representantes de igual número de municípios associados: Alenquer; Arcos de Valdevez; Arruda dos Vinhos; Azambuja; Barcelos; Beja; Cadaval; Cartaxo; Lagoa; Montijo; Palmela; Ponte da Barca; Rio Maior; Torres Vedras e Viana do Castelo.

O nervoso miudinho estava instalado desde o início da noite. Ainda antes de Graça Silva, apresentadora da gala, subir ao palco para dar início ao espetáculo já se sentia a ansiedade no ar. Por um lado, a ruidosa claque que acompanhou a candidata de Ponte da Barca fazia-se ouvir; por outro, as dezenas de apoiantes de Joana Azenheira mexiam-se nas cadeiras, gritavam pela candidata e antecipavam uma possível injustiça. Afinal, todas as candidatas tinham as mesmas hipóteses, diziam. Sandra Anastácio, criadora do vestido que Joana Azenheira envergou no desfile de gala era, juntamente com Carlos Duarte Anastácio, das apoiantes mais nervosas.

E começou o primeiro desfile da noite, o desfile em Traje Regional. Entre trajes domingueiros e de trabalho, Joana Azenheira começava a brilhar. Envergando um traje de vindimadeira, irradiava felicidade e simpatia. No tempo que mediou entre o desfile em Traje Regional e o desfile em roupa casual já se ouvia pelos corredores: “a nossa Joana esteve muito bem”. Aumentavam as esperanças dos apoiantes da candidata do Cartaxo.

Estas esperanças foram sendo reforçadas ao longo da noite, principalmente quando Joana foi chamada ao palco para apresentar o seu concelho. Com um discurso pausado mas emotivo, Joana Azenheira destacou a grandeza das gentes do concelho do Cartaxo “e daquilo que melhor fazem: o vinho. No Cartaxo podem usufruir de todos os vossos sentidos para contemplarem um local que está no meu coração, e decerto também ficará no de quem o visitar”. As caspiadas, o torricado, os vinhos, a beleza das paisagens e do rio Tejo, o rio da Fonte, o Museu Rural e do Vinho, o River Park e o My Camp foram alguns dos exemplos trazidos por Joana Azenheira a esta gala para ilustrar o concelho. “Mas, mais do que visitarem o concelho do Cartaxo, conheçam o nosso País. Apostem no turismo nacional, no enoturismo, que está tão na moda, nos dias de hoje, e valorizem aquilo que é nosso, o que é nacional. Porque felizmente temos a sorte de viver num País chamado Portugal”, terminou, sob uma chuva de aplausos.

Mais artigos
1 De 508

Um discurso que levou os apoiantes de Joana a ficarem bastante mais confiantes. Antes do desfile final, em traje de gala, Jorge Pisca, presidente da Junta de Pontével, dizia ao Jornal de Cá estar muito confiante; Sandra Anastácio confessava que se a candidata do Cartaxo não ganhasse era a maior injustiça de sempre, e muitos diziam que Joana já tinha lugar assegurado no pódio. A ‘contenda’ travar-se-ia entre Natataliya Fedorchuk, candidata do Montijo, e Joana Azenheira, diziam.

Mas era preciso esperar… Começava o último desfile da noite, em Traje de Gala. Joana Azenheira foi a oitava concorrente a desfilar, envergando uma das melhores criações de sempre de Sandra Anastácio, um vestido branco com brilhantes, aberturas laterais e uma cauda. Uma verdadeira rainha!

Aproximava-se o momento mais ansiado da noite. Antes, Diana Gomes já tinha levado para Arruda dos Vinhos o prémio Simpatia e Inês Vitorino, de Alenquer, conquistado o prémio Fotogenia.

O anúncio da 2ª Dama de Honor trouxe a quase certeza da vitória às gentes do Cartaxo. A candidata do Montijo, Natataliya Fedorchuk, tida por muitos como a grande ‘rival’ de Joana, foi eleita 2ª Dama de Honor na edição 2018 da Rainha das Vindimas de Portugal. O título de 1ª Dama de Honor foi para a candidata com a claque mais ruidosa, Micaela Mota Oliveira, de Ponte da Barca.

Por esta altura, a assistência já gritava o nome de Joana Azenheira, que continuava, impávida e serena no seu posto, como quem não acreditasse que o título lhe assentasse que ‘nem uma luva’. Mas assentou mesmo… Joana Azenheira foi a escolhida pelo júri para Rainha das Vindimas de Portugal 2018.

Joana já não conseguia esconder a emoção. Ainda antes de receber a coroa das mãos da Rainha das Vindimas de Portugal 2017, deu um abraço muito sentido a Pedro Ribeiro, presidente da Câmara do Cartaxo e da AMPV, quando este lhe colocou a faixa de Rainha.

A noite terminou em festa. As dezenas de apoiantes de Joana Azenheira dirigiram-se ao palco para, com a nova Rainha, festejarem o título, mais que merecido, pelo trabalho desenvolvido por esta jovem de 24 anos e que foi sendo testemunhado ao longo do ano de reinado de Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo pelo Jornal de Cá.

Parabéns, Joana!

Pode gostar também
Comentários
Loading...