Jovens da Jorbi-Team resistiram na “alentejana”

254

A equipa de sub-23 do Clube de Ciclismo José Maria Nicolau participou, de 14 a 18 de março, na 36ª Volta ao Alentejo, prova percorrida ao longo de 751,9 quilómetros distribuídos por cinco etapas, uma das quais com dois setores. A prova contou com um pelotão de 147 corredores, em representação de 21 equipas nacionais e estrangeiras.

173,5 quilómetros entre Vendas Novas e Serpa, assinalaram a primeira etapa da 36ª edição, da Volta ao Alentejo em Bicicleta, num dia de extrema dureza para todo o pelotão, que enfrentou um temporal, com chuva e vento durante toda a etapa. No final da etapa, para a Jorbi-Team José Maria Nicolau, quatro dos sete ciclistas que iniciaram a etapa conseguiram terminá-la, sendo André Ramalho o melhor classificado na 78ª posição. Na classificação coletiva a Jorbi-Team ocupou a 17ª posição, sendo a melhor das equipas sub-23 portuguesas em prova.

Depois de um dia complicado, na segunda etapa a acalmia voltou ao pelotão da Volta ao Alentejo, com as condições climatéricas a serem mais amigas dos ciclistas, proporcionando uma chegada praticamente em pelotão, com André Ramalho a estar no grupo principal, mas envolvido numa queda já nos últimos três quilómetros. Mesmo assim, seria o quarto sub-23 português na chegada a Sines. Coletivamente, a Jorbi-Team José Maria Nicolau, continuava a ser a melhor das equipas sub-23 portuguesas em prova.

A terceira etapa da Volta ao Alentejo, uma ligação de 149,4 quilómetros entre a vila de Grândola e Arraiolos, foi marcada por uma jornada mais calma, depois da dureza das duas etapas anteriores, ficando o final marcado por uma chegada em pelotão compacto, onde se incluía André Ramalho, que terminou na 61ª posição, sendo novamente um dos melhores ciclistas sub-23 portugueses. Coletivamente a Jorbi-Team José Maria Nicolau, continuava a ser a melhor equipa sub-23 portuguesa.

A quarta etapa da Volta ao Alentejo, dividida em dois setores, teve na parte da manhã a primeira etapa do dia, com os ciclistas a defrontar a difícil serra de São Mamede e também o Cabeço do Mouro, ambas categorizadas montanhas de 2ª categoria, e da parte da tarde um duro contra-relógio de 8,4 quilómetros em Castelo de Vide. Ambas as etapas foram penalizadoras para os jovens ciclistas da Jorbi-Team, pois alguns furos em fases decisivas da corrida deitaram por terra os objetivos da equipa, que seguia com André Ramalho nos primeiros lugares entre os ciclistas sub-23 portugueses.

A 36ª edição da Volta ao Alentejo terminou com uma ligação entre Castelo de Vide e Évora na distância de 151,3 quilómetros, com o centro histórico de Évora a assistir a uma chegada ao sprint, onde dois dos três resistentes da Jorbi-Team José Maria Nicolau, André Ramalho e Sandro Branco, conseguiram chegar incorporados no pelotão.

Numa prova já de si complicada para os jovens ciclistas, à qual se juntaram o vento e a chuva em quase todas as etapas, os três ciclistas da Jorbi-Team José Maria Nicolau conseguiram terminar a prova, mesmo passando por momentos complicados, revelando já grande maturidade e capacidade de sofrimento em situações extremas.

A competição volta no próximo domingo, com equipa Jorbi-Team José Maria Nicolau a competir na Clássica do Xisto, derradeira prova pontuável para o Troféu Liberty Seguros, com um percurso de 145 quilómetros, entre a Aldeia de Álvaro (12h) e a Aldeia das Dez (16h).

Classificação Geral Individual:
67º André Ramalho; 110º Sandro Branco; 112º Bernardo Gonçalves

Pode gostar também
Comentários
Loading...