JSD Cartaxo discute voto aos 16 anos

A JSD Cartaxo reuniu com a JSD Santarém para discutir a possibilidade do alargamento da idade de voto para os 16 anos de idade, no passado dia 21 de abril, em Santarém.

“Esta temática não é nova para a JSD. Em 2010 enquanto candidato à JSD nacional, o deputado Duarte Marques foi dos primeiros a falar neste tema. Infelizmente, o tema saiu da agenda política da JSD e dos partidos em geral. O nosso objetivo é manter esta discussão viva”, diz o presidente da JSD Cartaxo, Bruno Galaio.

Sendo defensor do voto aos 16 anos, Bruno Galaio pediu um referendo interno dentro da JSD para esta temática ser votada internamente, no passado congresso nacional da JSD.

“Chegou a altura de discutirmos a sério se a idade de voto deveria ou não ser alargada para os 16 anos. É mais que justo que os jovens votem, visto que é o futuro das suas freguesias, municípios e país que está em causa”, declara Carolina Vergas, secretária-geral adjunta da JSD Cartaxo.

A equipa da JSD Cartaxo considera ainda que o voto aos 16 anos é solidificar uma democracia, visto que obrigava os partidos a aproximarem-se novamente dos jovens e possibilita o desenvolvimento do hábito de voto mais cedo. Assim, de acordo com Bruno Galaio, “ao longo dos próximos meses vamos continuar a debater este tema com outras concelhias e outras identidade. Chegou a altura dos jovens poderem ter voto na matéria, matéria essa que é o seu futuro”.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.