Junho em grande para a Marcha da Lapa

O Grupo de Marchas da Lapa está já em velocidade de cruzeiro. Os Santos Populares estão à porta e as atuações sucedem-se.

Depois de já terem atuado em Á-dos-Francos, Benfica do Ribatejo e Tremês, a Marcha da Lapa vai estar esta quarta-feira em Arruda dos Vinhos e na sexta-feira na Ota.

Sábado, os marchantes da Lapa vão atuar à Nazaré; diz 20 de junho a Almeirim; regressando a casa, à Lapa, no dia 22, para um arraial de Santos Populares.

No dia 23 de junho é o Cartaxo a receber a Marcha, ao que se segue Vila Chã de Ourique, a 28.

No dia 29, é a vez de a Marcha se deslocar, primeiro, até aos Casais das Comeiras para mais uma atuação, e depois a Alforzemel.

A última atuação marcada para o mês de junho é no dia 30, durante a tarde, nos Casais da Lapa.

Mais artigos
1 De 52

O Grupo de Marchas da Lapa conta com 26 marchantes, oito arcos e um cavalinho, constituído por elementos da Associação Filarmónica União Lapense, com 16 músicos.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.