Junta de Vila Chã não aceita Adenda aos Acordos de Execução

 

A Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique não vai assinar a Adenda aos Acordos de Execução para a transferência de verbas para o cumprimento da delegação de competências da Câmara na Junta de Freguesia.

Placa de entrada em Vila Cha Ourique

A informação foi dada na segunda-feira, 20 de junho, pela vereadora Élia Figueiredo, do Movimento Pelo Cartaxo, em reunião de Câmara, precisamente durante a discussão da Adenda para Vila Chã de Ourique. Segundo a vereadora, “a Junta de Vila Chã de Ourique, como nós sabemos, foi o que nos foi dito, o senhor presidente não concorda com a Adenda e não vai assinar essa mesma Adenda”.

O vice-presidente do Município, Fernando Amorim, que presidiu a esta reunião, referiu que “Vila Chã até recebe mais três mil euros do que recebeu o ano passado”, manifestando alguma estranheza com esta informação.

A intenção de não assinar a Adenda já foi confirmada ao Jornal de Cá por Vasco Casimiro, presidente da Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique, que disse que “enquanto estes valores estiverem assim não vou assinar”.

Mais artigos
1 De 515

Vasco Casimiro salienta ter assinado Acordos de Execução para três anos, que previam a transferência de cerca de 69 mil euros em 2016 e 52 mil em 2017. Agora, com a Adenda, a Junta de Vila Chã de Ourique irá receber um montante a rondar os 56 mil euros. A redução é explicada por Vasco Casimiro com a retirada de 19 mil euros no que respeita às atividades realizadas na manutenção de espaços verdes, limpeza, caminhos vicinais e outras.

Além de que também está prevista uma redução à verba inicial para 2017, que passará para 41 mil euros, mas que são relativos a apenas nove meses.

Aliás, Vasco Casimiro diz ter transmitido esta sua posição ao responsáveis pelo Município nas reuniões de preparação desta Adenda. “Disse-lhes sempre que não concordava”, garante.

O autarca lamenta, também, aquilo que considera serem critérios diferentes, uma vez que “Pontével subiu e também perdeu uma escola”.

Este assunto ainda terá de ser debatido em Assembleia de Freguesia, onde serão apresentados os valores do Acordo inicial e da Adenda. Por isso, a posição final da Junta de Vila Chã de Ourique irá depender da posição tomada pelos elementos da Assembleia de Freguesia.


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.