Karateca do Cartaxo no Campeonato da Europa

O karateca Gabriel Paula, da Escola de Karaté Paula Matias, está a poucos dias de participar no 47º Campeonato da Europa de cadetes e juniores/ 12º Campeonato da Europa Sub-21, a decorrer em Budapeste, na Hungria, de 6 a 9 de fevereiro.

Integrado numa comitiva portuguesa de mais de 35 pessoas, o karateca do Cartaxo está entre os 24 atletas da seleção nacional em competição neste campeonato.

Este karateca cartaxeiro, foi convocado há um ano para o Europeu na Dinamarca, em Outubro de 2019, foi um dos doze convocados a nível nacional para o Mundial que decorreu em Santiago do Chile e mais uma vez irá representar as cores de Portugal no 47º Campeonato da Europa da WKF, na Hungria, juntamente com toda a comitiva da Federação Nacional de Karaté de atletas, treinadores, dirigentes e árbitros, entre os quais dois treinadores da Associação Nacional de Karaté – Portugal, os mestres Rui Paula e Hugo Martinho.

De acordo com uma nota informativa da Escola de Karaté Paula Matias, oficialmente só existe um único Campeonato da Europa e do Mundo de Karaté e quem organiza é a WKF, o órgão máximo do Karaté mundial do qual nascem os campeões da Europa e do Mundo. Nestes campeonatos estão representados apenas um atleta por escalão, aquele que o selecionador nacional, após análise nas diversas prestações competitivas e exaustivos treinos de seleção regional e nacional, convoca para representar o seu país. “Muito tem feito a Federação Nacional de Karaté e toda a equipa técnica para elevar o nome do Portugal ao mais alto nível europeu e mundial, apesar disso alcançar um pódio nestes campeonatos é um feito muito difícil de alcançar, já trouxemos para Portugal o título máximo europeu, infelizmente Portugal ainda não conseguiu alcançar um título de campeão do Mundo”.

Ainda segundo o comunicado, “o Gabriel, que dedica uma vida à prática desta modalidade, desde há dois anos a esta parte, treina diariamente de forma empenhada e responsável para poder honrar este grande compromisso e orgulho que é vestir as cores da Seleção Nacional de Karaté. Nem tudo é fácil. Ultrapassar lesões, deslocações permanentes para treinar a um nível mais exigente, alimentar-se de forma cuidada e adaptada, manter uma boa prestação escolar, mas são estas e outras obrigações associadas a este nível de alto rendimento que fazem dele um atleta de excelência”.

O atleta do Cartaxo segue para Budapeste no dia 5 de fevereiro, sendo a sua prova no dia 8, “e conta fazer história”.

Pode gostar também
Comentários
Loading...