Maquilhagem: erros a evitar

Às vezes, ao invés de melhorar a aparência, a maquilhagem pode fazer estragos. A base mal aplicada ou no tom errado é meio caminho andado para que tudo o resto corra mal.

Segundo os maquilhadores profissionais, primeiro que nada, a mulher deve ter noção do seu tipo de pele para melhor adaptar os produtos de limpeza, hidratação e de maquilhagem para que o resultado final seja o mais natural possível. Mas, para que tal corra na perfeição, terá ainda que saber adaptar estes produtos ao seu tom de pele e ao formato do rosto.

Para garantir a fixação da maquilhagem, o rosto deve estar bem limpo e hidratado e, só depois, deverá ser aplicada a base, que existe em diferentes texturas, sendo a líquida pouco aconselhada para peles oleosas, que com um base em pó obtêm um efeito mate, sem brilhos. Há ainda a base em stick que, apesar de ser indicada para todo os tipos de pele, não é tão fácil de aplicar – a não ser por profissionais. Não menos importante é o tom escolhido. A base serve apenas de uniformizador da tez, para camuflar manchas e imperfeições, logo deve ser escolhido um tom o mais aproximado possível da pele (a melhor forma de testar é colocar um pouco na zona do maxilar). E, muito importante, na aplicação da base não se esqueça do pescoço para que o resultado seja o mais uniforme possível.

Depois da base da maquilhagem, deve pensar qual a zona do rosto que mais quer evidenciar: olhos ou lábios – sem esquecer, é claro, a tonalidade que pretende dar às maças do rosto. Tudo deve resultar numa harmonia para que a maquilhagem esteja a seu favor e não contra. Como tal, se pretende realçar mais os olhos, os lábios devem ter um tom o mais natural possível ou um rosa discreto. Caso pretenda dar mais realce aos lábios deve simplesmente usar uma máscara nas pestanas (sem empastar), sem sobrecarregar as pálpebras com sombras coloridas.

Nas faces, os tons escolhidos devem ter em conta o tom da pele, logo nas peles mais morenas deve apostar-se nos tons mais rosados, dourados e bronze e nas peles mais claras o ideal são os tons bege, rosados ou pêssego, sendo a cor cereja também aceitável. Aquando da sua aplicação, deve ter-se em conta o formato rosto: se é mais oval deve colorir, de forma suave e sem contornos óbvios, somente as maçãs do rosto; já quem tem um rosto mais redondo deve optar por colorir as maçãs e puxar também a cor, mais na diagonal, em direção ao cabelo.

E para que tudo resulte na perfeição, lembramos o início deste texto: a limpeza e a hidratação da pele são essenciais, antes e depois da maquilhagem. À noite é absolutamente necessária uma limpeza profunda para remover todo o tipo de impurezas e oleosidades da pele, seguindo-se depois uma boa hidratação com um creme indicado ao tipo de pele. Para conseguir resultados ainda melhores, use um esfoliante ou uma máscara de argila, que limpa em profundidade, melhorando e revitalizando a aparência do rosto.

Pode gostar também