Menos criminalidade no distrito em 2020

No dia do 144º aniversário do Comando Distrital de Santarém da Polícia de Segurança Pública, este domingo, 17 de maio, o comandante distrital faz saber que a criminalidade no distrito aumentou no último ano, verificando-se, contudo, uma diminuição nos primeiros meses de 2020.

Este ano, devido à pandemia, não se realizaram as habituais celebrações, mas o Comando Distrital assinalou a data e fez um balanço da atividade do último ano, dando conta de um aumento da criminalidade em 2019 e de uma diminuição no primeiro quadrimestre de 2020 relativamente ao mesmo período do ano passado.

“Ainda que a força das circunstâncias e regras em vigor não permitam este ano realizar as tradicionais iniciativas a que já habituamos os nossos concidadãos das cidades em que servimos no Distrito (Abrantes, Cartaxo, Entroncamento, Ourém, Santarém, Tomar e Torres Novas), não poderia deixar de assinalar a efeméride”, refere o comandante distrital da PSP, João Amado, em mensagem oficial.

Referindo-se a 2019, o comandante lembra que foi um ano que “trouxe algumas novas regras aplicáveis aos polícias, visando uma Polícia integral, humana, forte, coesa e ao serviço do Cidadão, nomeadamente o novo Estatuto Disciplinar e novas regras que regulam o exercício do direito sindical na PSP”.

Ao nível da criminalidade denunciada em 2019, o comandante distrital informa que “comparativamente com 2018, verificou-se um crescimento de 2,6% na criminalidade geral, de 7,2% na criminalidade violenta e grave e de 13% nas detenções. Relativamente à violência doméstica, foi registado um crescimento de 48%. Numa análise comparativa do 1.º quadrimestre de 2019 com igual período de 2020, verifica-se um decréscimo de 10% na criminalidade geral, de 36,5% na criminalidade violenta e grave e de 16,8% nas detenções”. Relativamente à violência doméstica, “regista-se uma diminuição de 8%”, neste último ano, em que “o empenho operacional foi intenso e exigente para todos os profissionais deste Comando de Distrital”, salienta o comandante

Pode gostar também

Comentários estão fechados.