Meu querido mês de Agosto

Opinião de Frederico Corado

A nossa inquietação deve ser constante! Uma alma adormecida é uma alma morta! A nossa procura deve ser permanente e nunca, mas nunca, devemos estar satisfeitos.

Nascemos e começamos a ser formados, a formarem-nos. Mas não é na escola que a nossa formação se esgota. Depois cabe-nos a nós, à nossa curiosidade, ao nosso querer saber, fomentar essa formação.

As pessoas cada vez mais deixam de lado a sua curiosidade dos livros, do cinema, do teatro, da música, da pintura, e trocam-na pela curiosidade da Casa dos Segredos, da vida dos outros, dos títulos dos jornais de escândalos, das sirenes das ambulâncias que passam, do facebook…

Nada melhor do que este mês de Agosto para descontrair e aproveitar para pôr a leitura em dia, ver bons filmes, ouvir música, deixar entrar o ar cabeça dentro sem preocupações em demasia. Há tanto que ver, ler, ouvir e sonhar que o tempo é pouco para tanto que fazer. Nada melhor do que levar um bom livro para a praia, ouvir um bom disco, ver um bom filme e depois, já que o hábito pegou, continue por Setembro dentro, indo ao teatro, a exposições, habite os espaços que esperam por si e que para si trabalham.

*texto escrito sem o Acordo Ortográfico

Pode gostar também

Comentários estão fechados.